quarta-feira, 12 de outubro de 2016

CPI da Rouanet avalia convocar FHC para depor

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP) pode ser convocado pela CPI da Lei Rouanet para explicar a captação de recursos para a sua fundação por meio da lei de incentivo. Um requerimento apresentado na comissão propõe ainda a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico da entidade.
A iniciativa é do deputado Jorge Solla (PT-BA). Segundo ele, o instituto está entre os cem maiores utilizadores das verbas da lei Rouanet, do R$ 14,5 milhões. Em 2006, por exemplo, quando ainda se chamava Instituto Fernando Henrique Cardoso, a entidade recebeu R$ 500 mil da Sabesp por meio da Rouanet.

A fundação diz que desde 2004, quando foi criada, teve três projetos aprovados, "com as devidas prestações de contas, dentro dos parâmetros legais. Todos eles dedicados à organização, conservação e digitalização dos documentos dos arquivos do ex-presidente Fernando Henrique e de sua esposa, Ruth Cardoso. Um arquivo privado de interesse histórico que está sendo colocado à disposição do público".

Desde que a CPI foi instalada, parlamentares ligados a partidos do governo, como DEM, já pediram a convocação de artistas alinhados com o PT, como o ator José de Abreu, para depor. E deputados da oposição, por seu lado, querem chamar personalidades do PSDB, como FHC e Bia Doria, mulher do prefeito eleito de SP, João Doria.

Nenhum comentário :

Postar um comentário