domingo, 23 de outubro de 2016

Diogo Nogueira e Orquestra Arte Viva em concerto gratuito para o samba

Concerto terá a presença de 39 músicos da orquestra e dois da banda que acompanha Diogo Nogueira. Foto: Tiago Godoy/Divulgação

Augusto Freitas
Diário de Pernambuco

Considerado o gênero musical mais popular do Brasil, o samba e suas variadas vertentes completa 100 anos em 2016 e tem sido alvo de homenagens ecléticas. Uma delas acontece neste domingo (23), às 19h, no Parque Dona Lindu, onde se reúnem no mesmo palco a Orquestra Sinfônica Arte Viva (SP) e o cantor e compositor carioca Diogo Nogueira, sambista da nova geração cuja herança musical é fruto da vivência nas rodas de samba na companhia do pai, João Nogueira, já falecido.

A celebração inédita no Recife faz parte de um concerto da série Rede Sinfônica - 100 Anos de Samba, cuja orquestra é regida pelo maestro Amilson Godoy. A proposta do concerto é mesclar a riqueza sinfônica de uma orquestra, característica da chamada música erudita, à música popular.


"O objetivo é mostrar ao público que é possível associar os arranjos típicos de uma orquestra sinfônica a qualquer gênero musical, criando novas interpretações e levando uma mensagem diferente em termos de poesia e melodia, através de letras clássicas da música popular brasileira", disse Godoy.

O concerto gratuito terá a presença de 39 músicos da orquestra, além de outros dois da banda que acompanha Diogo Nogueira. O sambista convidado vai cantar 12 músicas, combinando sucessos de sua carreira a outros clássicos do cancioneiro do samba brasileiro. Sobre Diogo, Amilson Godoy justificou o convite em função do carisma e talento do músico.

"Diogo é parte de uma nova geração de sambistas com composições inspiradas nas raízes do gênero, com romantismo e cadência. A herança musical está no sangue e chegamos a um resultado, durante os ensaios, que nos trouxe uma atmosfera leve e alegre entre o samba e a orquestra", explicou. No repertório, haverá canções como Aquarela do Brasil(Ary Barroso), Asa branca e Assum preto (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) e Chega de saudade (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), entre outras. 

Serviço

Projeto 100 anos de samba (Orquestra Sinfônica Arte Viva e Diogo Nogueira)
Quando: domingo, às 19h
Onde: área externa do Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu (Avenida Boa Viagem, s/n, Boa Viagem)
Quanto: gratuito
Informações: 99996-2372

Nenhum comentário :

Postar um comentário