terça-feira, 18 de outubro de 2016

Geraldo Julio tem 54%; João Paulo, 33%






















Blog da Folha

A primeira pesquisa Ibope, encomendada pela Folha de Pernambuco e a Rede Globo, sobre o segundo turno da disputa no Recife aponta o prefeito e candidato à reeleição, Geraldo Julio (PSB), na liderança da disputa. De acordo com o levantamento estimulado, o socialista aparece com 54% das intenções de voto, contra 33% do postulante do PT, João Paulo. Brancos e nulos somam 11% e 2% não souberam ou não responderam.

Se for computado apenas os votos válidos, quando são excluídos os brancos, nulos e indecisos, a vantagem de Geraldo sobre João Paulo de 24 pontos percentuais, com o socialista chegando a 62% contra 38% do petista.

Um dado interessante no levantamento do Ibope é sobre para onde foi o eleitorado do terceiro colocado no primeiro turno, o Daniel Coelho (PSDB). Dos 110 que disseram ter votado no tucano no primeiro turno, 47% afirmam que votaram em Geraldo, enquanto 25% indicam voto em João Paulo. Já 23% afirmaram que votaram em branco ou nulo e outros 5% não souberam ou não responderam.

No primeiro turno da disputa, o candidato do PSB terminou com 49,34% do total válido, enquanto o postulante do PT encerrou a primeira fase com 23,76% excluindo brancos e nulos. No entanto, a pesquisa apresenta um dado interessante. Quando os entrevistados foram indagados em quem votaram no primeiro turno, João Paulo atingiu 25%, um índice acima do registrado nas urnas. No sentido inverso, 47% disseram ter votado em Geraldo.

No atual levantamento, Geraldo Julio também aparece em primeiro na pesquisa espontânea (quando não são apresentados os candidatos). Ele foi lembrado por 49% dos entrevistados, contra 30% que citaram João Paulo. Dos ouvidos, 14% citaram na sondagem espontânea que pretendem votar em branco ou nulo e outros 6% não souberam ou não quiseram opinar.

A pesquisa Ibope, encomendada pela Folha de Pernambuco e Rede Globo, foi realizada entre os dias 14 e 16 de outubro de 2016, com 1.001 eleitores do Recife. A margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco sob o protocolo Nº PE-06272/2016.

Nenhum comentário :

Postar um comentário