quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Lupércio abre 9 pontos de frente sobre Antônio em Olinda

Faltando quatro dias para as eleições de segundo turno para prefeito de Olinda, o candidato do SD, Professor Lupércio, lidera com 46,8% das intenções de voto pesquisa de intenção de voto do Instituto Opinião. Antônio Campos, do PSB, aparece em segundo com 37,2%, nove pontos percentuais a menos. Brancos e nulos somam 8,4% e indecisos se situam na casa dos 7,6%.

Na espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é obrigado a lembrar do nome do seu candidato sem o auxílio do disco contendo os nomes dos postulantes, Lupércio desponta com 38,2% e Campos aparece com 30%. Brancos e nulos representam 7,8% e indecisos sobem para 24%. No quesito rejeição, o candidato do PSB aparece no topo.

Entre os entrevistados, 34,4% disseram que não votariam nele de jeito nenhum, enquanto os que rejeitam o Professor Lupércio somam 27,8%. Ainda entre os entrevistados, 7,6% disseram que rejeitam ambos e 30,2% afirmaram que não rejeitam nenhum dos candidatos. O Instituto Opinião aplicou 500 questionários entre os dias 22 e 23 de outubro.

As entrevistas foram realizadas em Águas Compridas, Aguazinha, Alto da Bondade, Alto da Conquista, Alto da Nação, Alto do Sol Nascente, Amaro Branco, Amparo, Bairro Novo, Bonsucesso, Bultrins, Caixa d’Água, Carmo, Casa Caiada, Fragoso, Guadalupe, Jardim Atlântico, Jardim Brasil, Monte, Ouro Preto, Passarinho, Peixinho, Rio Doce, Salgadinho, Santa Teresa, São Benedito, Sapucaia, Sítio Novo, Tabajara, Varadouro e Vila Popular.

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-05451/2016.

Estratificando o levantamento, o candidato do Partido Solidariedade aparece melhor situado entre os eleitores na faixa etária entre 25 e 34 anos (50,9%), entre os eleitores com grau de instrução médio (48,2%) e entre os eleitores com renda familiar até dois salários (49,3%). Suas menores taxas de intenção de voto se situam entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (35,7%), entre os eleitores com grau de instrução até o 5º ano (41,1%) e entre os eleitores com renda familiar entre dois e cinco salários (39,2%). Por sexo, 48% dos seus eleitores são mulheres e 45,2% são homens.

Já o candidato do PSB se situa melhor entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (47,1%), entre os eleitores com renda familiar entre dois e cinco salários (41,2%) e entre os eleitores com grau de instrução da 6ª a 9ª séries (45,7%). Já as mais baixas aparecem entre os leitores na faixa etária de 25 a 34 anos (30,2%), entre os eleitores com grau de instrução no ensino médio (35,3%) e entre os eleitores com renda familiar até dois salários (35,9%). Por sexo, 39,7% dos seus eleitores são homens e 35,2% são mulheres.

Nenhum comentário :

Postar um comentário