sábado, 22 de outubro de 2016

No Cabo, guarda municipal começa a usar armas, com aval da Polícia Federal

Blog do Jamildo

A Guarda Municipal do Cabo de Santo Agostinho recebeu da Polícia Federal (PF) a autorização para trabalhar portando arma de fogo.

Com o alvará, o Cabo passa a ser a primeira cidade da Região Metropolitana do Recife (RMR) a conceder o porte de armas aos guardas municipais. Além do Cabo, apenas a cidade de Petrolina tem o porte de arma autorizado pela guarda em Pernambuco.

A solenidade de posse aconteceu na sede da Superintendência Regional da PF, em Recife.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal do Cabo, Ozias Carvalho, até o final de novembro 79 agentes estarão nas ruas contribuindo para a segurança da cidade utilizando o porte de armas durante o serviço, conforme a Lei Federal de 13.022 de 2014.

“O objetivo é oferecer à população mais segurança através da guarda municipal, que agora se encontra ainda mais apta a proteger à sociedade”, disse.

O superintendente Regional da Polícia Federal, o delegado Marcelo Diniz, responsável pela autorização da posse à guarda do Cabo, disse ser importante manter com excelência o trabalho conquistado.

“É fundamental que os guardas saibam da importância de seu papel institucional na sociedade e que o cumpram com responsabilidade. A Polícia Federal está à disposição para o que for necessário”, declarou.

“A partir de agora ampliamos as atribuições da Guarda Municipal, onde teremos a oportunidade de oferecer mais segurança à sociedade. Para isso, atuaremos em parceria com os demais órgãos de defesa. Agradecemos ao prefeito Vado a todo apoio promovido à guarda durante sua gestão”, disse o secretário municipal de Defesa Social, Elenilson Ferreira.

Para obter a autorização da PF, os agentes passaram por um processo de adequação desde a implementação da lei do município, em outubro do ano passado.

“Seguindo as etapas exigidas, os guardas passaram por avaliação psicológica e aulas teóricas e práticas com instrutores credenciados pela PF. Toda preparação nos cursos foram uma preocupação direta para que o órgão atue de forma positiva, tornando-se referência para outros municípios”, disse a gestão.

Além do aprimoramento e preparação de cada agente, a sede da Secretaria de Defesa Social do município também passou por mudanças.

Atendendo aos pré-requisitos da Polícia Federal, foram construídas a armaria e a caixa de areia para guardar as armas e trocar munições. Durante o processo, o local foi vistoriado pelo delegado da Polícia Federal, Eduardo Figueiredo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário