terça-feira, 15 de novembro de 2016

A Palo Seco traz Flamenco e João Cabral de Melo Neto no feriado

A Palo Seco une dança flamenca e poesia pernambucana no Teatro Luiz Mendonça.
Foto: Lane Hans/Divulgação

JC Online

Estreitar os laços culturais e afetivos entre Pernambuco e a região espanhola da Andaluzia é a proposta do espetáculo de flamenco A Palo Seco. Inspirada no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto, a apresentação ocorre neste feriado de terça-feira (15), às 19h, no Teatro Luiz Mendonça, do Parque Dona Lindu, em Boa Viagem.

Realizado pela Cia. de Flamenco Karina Leiro, A Palo Seco une dança e teatro para contar, em sete cenas (O canto a palo seco; Rezas; Milho; Arrecifes; Aborto; Flor do Sertão e Lágrimas do Sertão), o drama de sete mulheres e um homem na imensidão das terras sertanejas durante os anos 30. 

A Palo Seco é encenado com música ao vivo, tendo Mek Natividade no cajón e percussão, Lucas Almeida no violoncelo e guitarra flamenca e Diego Zarcon no cante. A direção musical é de Eduardo Bertussi, também à frente da guitarra flamenca. 

Durante pouco mais de uma hora, serão apresentados seis palos, como são chamados os diferentes bailes flamencos: Martinete, Seguiriya, Sevillanas, Soleá, Tientos e Tanguillos. As alunas e alunos da Cia Karina Leiro Studio abrem a noite com a apresentação da mostra Flamencura, que inclui os palos Tangos de Málaga, Farruca, Tangos de Granada, Sevillanas (uma delas com castanhola) e Alegrías. 
SERVIÇO

Espetáculo flamenco A Palo Seco e Mostra Flamencura

Local: Teatro Luiz Mendonça, Parque Dona Lindu, Avenida Boa Viagem s/n

Data: 15 de novembro de 2016 (feriado)

Hora: 19h

Valor do ingresso: R$ 40 (estudante, professores e idosos pagam R$ 20)

Vendas e informações: Rose Hans (81 98611-2595)

Nenhum comentário :

Postar um comentário