quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Metroviários decretam estado de greve em adesão ao Dia Nacional de Lutas

Diário de Pernambuco

Os metroviários de Pernambuco decretaram estado de greve na noite desta terça-feira. A categoria ainda não decidiu se vai paralisar as atividades por 24 horas na próxima sexta, Dia Nacional de Mobilização contra a PEC 55, mas se antecipou com o estado de greve. Na próxima quinta, a partir das 18h, uma nova assembleia será realizada na Estação Central do Recife para votar a respeito da greve na sexta ou outros atos que possam ser realizados atendendo à convocação das centrais sindicais.

"Não há perspectiva de paralisação por tempo indeterminado. Nós decretamos o estado de greve como forma de alerta. Queremos que a sociedade saiba o que está acontecendo. Nossa categoria está com um nível altíssimo de insatisfação, tanto nas questões pontuais da nossa pauta, como segurança e sucateamento do sistema, quanto pelo cenário de ataque aos direitos dos trabalhadores promovido pelo governo Temer e seus aliados", detalhou o diretor de comunicação do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco, Levi Arruda.

A assembleia desta noite aconteceu na Estação Central do Recife e teve a participação do movimento estudantil e de professores. "Nós ainda precisamos de mais discussão e mais mobilização. O que está em jogo agora é a participação no Dia Nacional de Lutas. Na quinta, vamos decidir se vamos, de fato, parar dentro desta ação apesar de temos motivos internamente de sobra para parar de vez. O foco agora é construir nossa estratégia dentro da convocação das centrais sindicais para nos alinharmos com a classe trabalhadora", concluiu.

Atualmente, a categoria abraça dois mil metroviários que se dividem nos setores administrativos, de manutenção e de operação, que inclui maquinistas e funcionários da segurança e das estações. 

PEC 55
A Proposta de Emenda Constitucional 55, que prevê a limitação dos gastos públicos em áreas como saúde, educação e assistência social por 20 anos será votada pelo Senado na próxima semana. No Congresso, a PEC 55 já foi aprovada como PEC 241.

Nenhum comentário :

Postar um comentário