terça-feira, 29 de novembro de 2016

Pelo menos 76 mortos em acidente de avião com equipe da Chapecoense

Folha-PE

Pelo menos 76 pessoas morreram no acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29). Há informações de que cinco pessoas sobreviveram.

O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes. "Confirmado, a aeronave com matrícula CP2933 transportava a equipe @ChapecoenseReal", explicou o aeroporto José María Córdova de Rionegro, que serve a cidade de Medellín, no Twitter.

O time catarinense disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana. O jogo contra o Atlético Nacional foi cancelado pela Confederação Sul-Americana. "A polícia nacional chegou ao local (do acidente) e está mobilizando toda a ajuda possível", postou o aeroporto poucos minutos depois, explicando que o acidente ocorreu devido a uma "falha elétrica".

O avião da empresa Lamia saiu do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, fez uma escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e o acidente ocorreu na localidade Cerro Gordo, município de La Unión, na região de Antióquia, explicou a Direção dos Bombeiros da Colômbia em uma mensagem postada nas redes sociais.

O acesso ao local, a 50 quilômetros de Medellín, só pode ser feito por terra devido "às condições climáticas", acrescentou o aeroporto. A diretoria da Chapecoense divulgou um comunicado sobre o acidente. "Em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalísticas, dando conta de um acidente com a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense, a Associação Chapecoense de Futebol, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota oficial sobre o acidente. Que Deus esteja com nossos atletas, dirigentes, jornalistas e demais convidados que estão junto com a delegação".

A prefeitura de Medellín ativou sua rede hospitalar e mandou funcionários do Departamento Administrativo de Gestão de Risco de Desastres ao local", anunciou no Twitter o prefeito Federico Gutiérrez.

Pernambucanos
Entre os ocupantes do avião da Chapecoense acidentado estavam os jogadores pernambucanos Everton Kempes, natural de Carpina e Cleber Santana, de Olinda.

Nenhum comentário :

Postar um comentário