sábado, 26 de novembro de 2016

Polícia investiga desvio de R$ 15 mi da prefeitura de Belém de Maria

Donos de armazéns de construção e de empresas de eventos foram presos
JC Online

Seis pessoas foram presas na terceira fase da Operação Pulverização, que investiga o desvio de R$ 15 milhões em verbas da prefeitura de Belém de Maria, na Zona da Mata Sul do Estado. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e a Polícia Civil apresentaram detalhes da prisão nesta sexta-feira (25).

Entre os presos está Ataíde Júnior, secretário de infraestrutura de Belém de Maria e donos de armazéns de construção e de empresas de eventos. Mais seis pessoas ficaram com mandados de prisão preventivas em aberto, com envolvimento no esquema.

O coordenador do Grupo de Atuação Especial às Organizações Criminosas (GAECO), do MPPE, Ricardo Lapenda, aponta como principal beneficiado o prefeito da cidade, preso, Valdeci José dos Santos.

Entre as provas, e-mails e notas ficais comprovavam o superfaturamento na aquisição de materiais usados em obras no município. Em alguns deles os secretários de infraestrutura e de finanças encomendavam notas fiscais a empresas fantasmas.
Vice-prefeita

A vice-prefeita, que assumiu a cidade no lugar no prefeito Valdeci José dos Santos, também foi afastada dentro da operação. No total, foram presas 18 pessoas somadas à primeira e segunda fase. Seis pessoas são consideradas foragidas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário