quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Rodoviários param TIs por duas horas contra a violência

Passageiros aguardam por transporte
Foto: Úrsula Freire/Folha de Pernambuco

Folha-PE

Rodoviários paralisaram suas atividades durante a tarde desta terça-feira (8) em quatro pontos da área Norte da cidade. Os terminais de Abreu e Lima, Igarassu, Pelópidas e PE-15 ficaram impossibilitados de permitir a circulação dos passageiros das 14h30 às 16h20. De acordo o presidente do sindicato dos rodoviários, Benilson Custódio, a paralisação foi em protesto contra a insegurança nos terminais e dentro dos transportes. "Protestamos para cobrar investimentos em segurança pública, principalmente por conta da crescente onda de medo por parte da população que se desloca entre a avenida Cruz Cabugá e o município de Abreu e Lima", afirma.

Custódio afirmou que "as estações estão servindo de ponto de drogas, no qual usuários e motoristas chegam a ser ameaçados com facas e armas apontadas para a cabeça". 

O vendedor ambulante Carlos Alberto destacou que quem sofre com tudo é a população. "Os empresários visam apenas o lado deles, mas quem sofre é o povo porque não existem mais cobradores nos BRT's e, portanto, não há verba da empresa para ser roubada", afirmou. O comerciante ainda frisou que espera do governo mais investimento na segurança. Carlos Alberto passou cerca de uma hora aguardando o coletivo da linha TI Pelópidas Silveira. 

O mesmo aconteceu com o estudante Hugo Roberto que, após ser informado sobre a paralisação, preferiu pegar um ônibus para se locomover até a PE-15. "Já presenciei três assaltos. Ficamos vulneráveis porque os ladrões entram armados nos veículos", disse. "Acho a paralisação válida, pois sou a favor do investimento em segurança dentro dos coletivos, inclusive acho válida a inserção de policiais dentro dos BRT's", completou.

Nenhum comentário :

Postar um comentário