domingo, 11 de dezembro de 2016

Delação cita R$ 88 mi em repasses a 48 políticos

Michel Temer, Eliseu Padilha e Geddel Vieira Lima, citados múltiplas vezes em delação

Camila Mattoso
Folha de São Paulo

A Odebrecht gastou pelo menos R$ 88 milhões em propina, caixa dois e doações legais para campanhas de 48 políticos entre 2006 e 2014.

É o que mostra um levantamento feito pela Folha, com base na delação premiada não homologada do ex-executivo da construtora Cláudio Melo Filho.

De acordo com relato do ex-executivo, que era um dos principais lobistas da Odebrecht em Brasília, a empreiteira pagou R$ 28,5 milhões em propina em troca de emendas favoráveis aos negócios em medidas provisórias, liberação de recursos por parte do governo e outras ajudas no Congresso.

A maior parte desse dinheiro, R$ 27,3 milhões, saiu do caixa dois da empresa.

Somente R$ 9,7 milhões do total foram, segundo o que é possível concluir da delação de Melo Filho, doados oficialmente para campanhas, com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O partido que mais dinheiro que recebeu para atender os interesses da empreiteira foi o PMDB, partido do presidente Michel Temer.

No total, entre propina e contribuições eleitorais, deputados e senadores da legenda receberam cerca de R$ 51 milhões da Odebrecht.

O segundo mais agraciado, segundo levantamento da Folha, foi o PT, partido dos ex-presidentes Lula e Dilma Roousseff, com aproximadamente R$ 22 milhões.

Romero Jucá (PMDB-RR) e Jaques Wagner (PT-BA) foram os responsáveis por pedidos e recebimentos mais vultosos. A Odebrecht atendeu o peemedebista e o petista com mais cerca de R$ 20 milhões cada um.

Os valores, conforme a delação diz, eram muitas vezes divididos com outros parlamentares. Os dois políticos cumpriram papel de funcionários da empresa, trabalhando dedicadamente aos assuntos que a interessavam.

Entre os serviços prestados estavam pendências resolvidas por Wagner na Bahia e emendas de vários tipos no Senado. Jucá fazia a relação com outros políticos do PMDB, dando orientações sobre o que deveriam fazer.

O DEM, partido do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também recebeu dinheiro da Odebrecht, assim como o PSDB, do chanceler José Serra.

Cada uma das legendas recebeu cerca de R$ 2,8 milhões, de acordo com os dados organizados pela reportagem.

Melo Filho delatou ainda que a construtora deu um relógio luxuoso de presente para Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e dois para Jaques Wagner. A soma dos agrados ao ex-ministro é de US$ 49 mil, cerca de R$ 165 mil.

Não é possível identificar quais foram os destinos de todas os gastos citados na delação, nem ter certeza de todas as contrapartidas.

O documento de Melo Filho é uma primeira promessa do ex-executivo. A PGR deve aprofundar os detalhes da delação no depoimento.

A Folha já revelou outras declarações que estão nos acordos de delações por outros executivos da empresa, como um valor de R$ 23 milhões recebidos por José Serra em conta no exterior e R$ 2 milhões pra Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo, em espécie para campanhas de 2010 e 2014.
-

OS PAGAMENTOS

O que a Odebrecht diz que pagou, quanto foi através de doações registradas no TSE e quanto foi via caixa dois
Total pagoDoação registradaCaixa doisNão identificadoCitados
Total88,011,1159,666,11563,800,00014,500,000
Em troca de apoio no Congresso28,520,0001,220,00027,300,00010
PMDB51,091,4434,491,44345,100,0001,500,00016
PT22,750,00050,0009,700,00013,000,0005
DEM2,835,000585,0002,250,00007
PSDB2,749,7001,199,7001,550,00006
Outros (PC do B, PP, PR, PSB, PSD, PTB e SD)6,839,9721,639,9725,200,000013
-

POLÍTICOS NA MIRA DA ODEBRECHT

Alguns dos citados em delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-executivo da empreiteira
CitadoPosição atualApelidoQuanto a Odebrecht diz que pagou (R$)
Michel Temer (PMDB-SP) Presidente da República10.000.000
Eliseu Padilha (PMDB-RS) Ministro da Casa CivilPrimo4.000.000
José Yunes (PMDB-SP) Assessor especial da Presidência da República e amigo de Michel TemerValor não determinado
Moreira Franco (PMDB-RJ) Secretário do Programa de Parcerias em Investimentos do governo de Michel TemerAngoráValor não determinado
Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) Ex-ministro dos governos Temer e LulaBabel5.880.000
Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Ex-deputado federalCaranguejo11.500.000
Renan Calheiros (PMDB-AL) Presidente do SenadoJustiça6.020.000
Romero Jucá (PMDB-RR) SenadorCaju19.150.000
Eunicio Oliveira (PMDB-CE) SenadorÍndio2.100.000
Jaques Wagner (PT-BA) Ex-ministro do governo Dilma e ex-governador da BahiaPolo20.500.000
Adolfo Viana (PSDB-BA)Deputado estadualJovem50.000
Anderson Dornelles (PT-RS)Ex-assessor da presidente Dilma RousseffLas Vegas350.000
Antonio Brito (PSD-BA)Deputado federalMisericórdia230.000
Antônio Imbassahy (PSDB-BA)Deputado federal299.700
Arthur Maia (SD-BA)Deputado federalTuca600.000
Arthur Virgílio (PSDB-AM)Prefeito de ManausKimono300.000
Benito Gama (PTB-BA)Ex-deputado federal30.000
Carlinhos Almeida (PT-SP)Prefeito de São José dos Campos50.000
Ciro Nogueira (PP-PI)SenadorCerrado, Piqui1.600.000
Claudio Cajado (DEM-BA)Deputado federal305.000
Colbert Martins (PMDB-BA)Suplente de deputado federal, eleito vice-prefeito de Feira de Santana (BA)Médico591.443
Daniel Almeida (PC do B-BA)Deputado federal, líder do PCdoB na CâmaraComuna100.000
Delcidio do Amaral (PT-MT)Ex-senadorFerrari500.000
Duarte Nogueira (PSDB-SP)Deputado federal, eleito prefeito de Ribeirão PretoCorredor750.000
Edvaldo Brito (PSD-BA)VereadorCandomblé300.000
Flávio Dolabella (-)Funcionário públicoFazendeiro45.000
Francisco Dornelles (PP-RJ)Vice-governador do RioVelhinho200.000
Gim Argello (PTB-DF)Ex-senadorCampari2.800.000
Heráclito Fortes (PSB-PI)Deputado federalBoca Mole250.000
Hugo Napoleão (DEM-PI)Ex-governador, ex-deputado e ex-senador pelo PiauíDiplomata200.000
Inaldo Leitão (PR-PI)Deputado federalTodo Feio, Cunhado100.000
Iracema Portella (PP-PI)Ex-deputada federal500.000
João Almeida (PSDB-BA)Ex-deputado federal500.000
José Agripino Maia (DEM-RN)SenadorPino, Gripado1.000.000
José Carlos Aleluia (DEM-BA)Deputado federalMissa580.000
Jutahy Magalhães (PSDB-BA)Deputado federalMoleza850.000
Kátia Abreu (PMDB-TO)Senadora
Leur Lomanto Junior (PMDB-BA)Deputado estadual250.000
Lídice da Mata (PSB-BA)SenadoraFeia200.000
Lucio Vieira Lima (PMDB-BA)Deputado federalBitelo1.900.000
Marco Maia (PT-RS)Deputado federalGremista1.350.000
Orlando Silva (PC do B-SP)Deputado federal100.000
Paes Landim (PTB-PI)Deputado federalDecrépito180.000
Paulo Henrique Lustosa (PMDB-CE)Deputado federalEducador200.000
Paulo Magalhães Junior (DEM-BA)VereadorGoleiro50.000
Paulo Skaf (PMDB-SP)Presidente da Fiesp6.000.000
Robério Negreiros (PMDB-DF)Deputado distrital50.000
Rodrigo Maia (DEM-RJ)Presidente da Câmara dos DeputadosBotafogo600.000

Nenhum comentário :

Postar um comentário