quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Professores e alunos se unem para revitalizar prédio da UFPE

Após a desocupação do centro, um rastro de vandalismo foi deixado
Foto: André Nery/ JC Imagem

JC Online

O rastro de destruição deixado por estudantes durante a ocupação do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) motivou um grupo de professores e alunos a arregaçar as mangas e lançar uma campanha para revitalizar as instalações. Com salas arrombadas, vidros quebrados e pichações em paredes e portas, o prédio e o Centro de Artes e Comunicação (CAC) foram os únicos depredados entre os 11 ocupados de outubro a dezembro deste ano.

A ideia surgiu nas redes sociais. Abalado com a situação, o professor Ranyére Nóbrega, chefe do Departamento de Geografia da universidade, se propôs a articular uma intervenção ao lado de alunos. “O objetivo é mobilizar professores, alunos e funcionários. Queremos unir esforços para mostrar que somos maiores do que isso”, afirmou.

A proposta foi levada na manhã dessa quarta-feira (28) para a reunião do Conselho Departamental do CFCH, que contou com a presença do reitor, Anísio Brasileiro, e da vice-reitora, Florisbela Campos. A reitoria apresentou apoio e solidariedade aos professores do centro e garantiu recursos financeiros e materiais para a recuperação do CFCH e do CAC, de forma que os dois edifícios estejam em condições de uso até o reinício das aulas, em 9 de janeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário