quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Com dez meses de atraso, Fundarpe paga Ciclo das Paixões

JC Online

A pressão dos representantes dos espetáculos contemplados pelo edital 2016 do Ciclo das Paixões surtiu efeito: o pagamento foi liberado no final da tarde desta quarta-feira (4), após muito perrengue, pela Fundarpe. A presidente do órgão, Márcia Souto, recebeu os artistas, que se programavam para fazer protesto em frente à sede da Fundação.

Eles protestavam contra o atraso de dez meses no pagamento – R$ 340 mil, juntando as dez cidades contempladas, entre elas Recife e Jaboatão. A situação era grave: sem recursos, alguns produtores foram ameaçados e classificados de “xexeiros”. Fora isso, os profissionais cumpriram sua obrigação e merecem respeito.

Do encontro com Márcia ficou a promessa do pagamento. Foi ainda acordado que o edital 2017, a ser lançado em breve, passará por aprimoramento, buscando evitar atrasos tão gritantes.

Nenhum comentário :

Postar um comentário