terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Em Ipojuca, prefeito interino mantém secretariado da gestão anterior

Ricardo Souza passou o dia reunido com aliados do prefeito anterior, Carlos Santana
Foto: Mariana Araújo/Especial para o JC

JC Online

O prefeito interino de Ipojuca, Ricardo Souza (PTC), irá promover uma reforma administração e reduzir o número de secretarias. No entanto, o tamanho dos cortes só será definido na próxima semana, quando o projeto de lei com as alterações será encaminhado para a Câmara de Vereadores. Nessa segunda (3), ele passou o dia reunido com secretários da gestão de Carlos Santana (PSDB), que concluiu o mandato no final de dezembro. Quase todos os nomes foram mantidos, com exceção da Procuradoria do Município e da Chefia de Gabinete.

Para a chefia de Gabinete, Ricardo Souza levou Walter Reis, que ocupava o mesmo cargo no seu gabinete na Câmara de Vereadores. Já a Procuradoria, ainda não tem o nome definido. A antiga procuradora, Virgínia Pimentel, assumiu o mesmo cargo na Prefeitura de Jaboatão. A estrutura municipal conta atualmente com 15 secretarias e três órgãos.

Mesmo mantendo quase toda a equipe de Carlos Santana e sendo seu aliado, Ricardo Souza não deverá fazer um governo de continuidade. “Ele não ver pelo lado da continuidade, é uma forma de não parar o município. É a responsabilidade que ele tem com o município”, explicou o chefe de gabinete, Walter Reis.

As áreas que terão uma gestão alterada são segurança e saúde, embora tenha mantido os titulares nas pastas. “Ele vê como primordial ter mudanças de imediato para sentir efeito com a população. Seriam mudanças emergenciais, como o que está sendo feito a segurança e mudar o tipo de vigilância. Na Saúde, tem o atendimento, que as pessoas vêm reclamando”, disse Walter.
FINANÇAS

Ontem, Ricardo Souza recebeu os primeiros relatórios de como está a situação da prefeitura, inclusive o caixa municipal. Segundo Reis, a folha de pagamento e o 13º salário foram pagos em dia. Hoje, haverá uma reunião com a secretária de Finanças, Fabiana Xavier, para receber um balanço das contas.

Ricardo Souza ficará no cargo até abril, data prevista para a realização de novas eleições em Ipojuca. No final do ano passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impugnou a candidatura de Romero Sales (PTB), o candidato mais votado, e apontou para a realização de um novo pleito, que será organizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). No dia 24 deste mês, o Pleno do TRE-PE terá a primeira reunião do ano, quando serão definidos os detalhes da nova eleição.

Nenhum comentário :

Postar um comentário