domingo, 22 de janeiro de 2017

Grupo organiza protesto contra loja do Recife acusada de racismo

Ato está marcado para esta segunda-feira (23) às 17h
Foto: Google Street View/reprodução

JC Online

Um grupo de manifestantes está organizando para esta segunda-feira (23), a partir das 17h, um ato de repúdio contra o empório Gourmet Casa dos Frios, localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife. Na última sexta-feira (20), a loja foi acusada de racismo pelo motorista Mário José Ferreira, que foi confundido com um assaltante enquanto realizava compras no local. O caso foi denunciado pelo facebook no mesmo dia pelo patrão de Mário, o advogado Gilberto Lima, e tomou grande repercussão. 

Toda a articulação do protesto está acontecendo via facebook, através de um evento intitulado "Negr@ só se for fardado? Racismo institucionalizado", e conta com 1,1 mil convidados. 

De acordo com os relatos, o motorista se dirigiu à Casa dos Frios com o intuito de comprar bolo de rolo a pedido do patrão. Na hora de realizar o pagamento dos produtos, notou que os valores na carteira, de R$ 600, eram insuficientes para quitar a compra. Então Mário deixou o dinheiro no caixa e se dirigiu ao carro para complementar o valor. Foi quando a loja fechou as portas e a polícia foi acionada.
Resposta

Em nota, a Casa dos Frios relata que a história foi contada de forma equivocada e que, na verdade, uma funcionária da loja achou ter visto o motorista com um revólver embaixo da camisa. Por isso, notificou a suspeita para a gerência do estabelecimento, que acionou a polícia. A nota afirma, ainda, que a suspeita não foi atribuída ao fato de Mário ser negro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário