terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Marília é a cara nova do PT pernambucano - Inaldo Sampaio

Neta do ex-governador Miguel Arraes, a vereadora reeleita do Recife, Marília Arraes, foi respeitosamente acolhida pelo PT em 2016 após romper com o PSB, com o prefeito Geraldo Júlio e com o governador Paulo Câmara. Ela tinha convite de várias legendas. Mas fez opção pelo Partido dos Trabalhadores no exato instante em petistas estavam saindo devido ao envolvimento de muitos dos seus líderes no escândalo da Petrobras. Marília renovou o mandato com muito mais votos do que obtivera pelo seu ex-partido em 2012 e já é considerada a “cara nova” de que o PT de Pernambuco precisava para renovar-se, internamente, dado que os seus principais quadros políticos envelheceram. Consciente ou não do seu novo papel dentro da legenda, ela disse em Serra Talhada, sábado passado, num encontro de petistas: “Mostrem uma corrupção no PT de Pernambuco! Agora, no PSB existe e vai chegar à cúpula do partido”.

Uma ausência lamentada
Reeleito pelo PT, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, não apareceu no encontro regional que o partido fez na cidade, sábado passado, para avaliar o resultado das eleições e começar a preparar-se para 2018. Duque, que está de malas prontas para se filiar ao PSB, foi chamado de “ingrato” porque a maioria das obras que faz na cidade foi com emendas de autoria de Humberto Costa (PT).

Nenhum comentário :

Postar um comentário