quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Reajuste na passagem de ônibus será discutido nesta sexta

Urbana-PE pede 33,9%, o que elevaria Anel A para R$ 3,75
Foto: Paullo Allmeida/ArquivoFolha

Folha de Pernambuco

O reajuste das tarifas de ônibus do Grande Recife será discutido na próxima sexta-feira, às 8h30, em reunião do CSTM no Centro de Convenções, em Olinda. Diferentemente de anos anteriores, quando eram realizadas duas sessões para deliberar sobre o assunto, a expectativa é de que a votação do índice que será aplicado sobre as passagens de ônibus ocorra já nesse dia e entre em vigor no domingo.

Por ora, só a Urbana-PE adiantou o percentual que pretende pedir - 33,9%, o que elevaria o Anel A de R$ 2,80 para R$ 3,75, e o B, de R$ 3,85 para R$ 5,15. Na prática, porém, o valor tende a ser derrubado por um menor apresentado pelo Governo de Pernambuco. Até dois anos atrás, a gestão estadual adotava a inflação acumulada nos últimos 12 meses como parâmetro para propor o reajuste. Se assim fosse agora, a tarifa A, utilizada por 75% dos passageiros, subiria para R$ 3.

Os empresários de ônibus atribuem à necessidade de reajuste uma defasagem histórica. Dizem que, de 2006 para cá, o aumento acumulado da passagem foi de 69,7%, enquanto os custos das operadoras com pessoal (120,7%) e aquisição de ônibus do tipo padrão (60%) cresceram mais.

Outro fator foi a queda de 10% no núme­­ro de passageiros pagantes em 2016 e uma redução de 5% projetada para 2017. “Anualmente, as passagens são realinhadas, como ocorre em todo o Brasil. É necessário o equilíbrio econômico-financeiro do sistema”, afirmou o presidente da Urbana-PE, Fernando Bandeira.

À frente de protestos contra o reajuste da passagem nos últimos anos, a Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP) pretende discutir uma pauta de mobilizações no próximo sábado. “Haveria uma reunião do Conselho hoje [ontem], mas, como isso foi divulgado, acabou sendo cancelado. Sem terem se reunido nenhuma vez, vão discutir, numa única ocasião, na sexta-feira, um assunto como esse”, criticou Pedro Josephi, integrante da FLTP.

Nenhum comentário :

Postar um comentário