terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Vídeo mostra festa com drogas e álcool em presídio feminino; assista

Folha-PE

O Governo do Estado informou que abriu procedimento administrativo para apurar a realização de uma festa dentro da Colônia Penal Feminina do Recife (CPFR). Em imagens divulgadas nas redes sociais nesta terça-feira (10), dezenas de presas aparecem usando drogas, bebendo e dançando sem qualquer interferência de agentes penitenciários. O caso teria ocorrido na tarde do último dia 31, no que seria uma festa de aniversário. 

Na filmagem, detentas exibem cigarros de maconha e cheiram cocaína. Várias aparecem falando ao celular. Os corredores e alojamentos da unidade são apertados para tanta gente. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), João Carvalho, a CPFR abriga 691 reeducandas, mas só tem espaço para 200. “Deveria haver ali, no mínimo, de 25 a 30 agentes por plantão, mas a média é de quatro ou cinco. Com a necessidade de fazer custódia, dar socorro e outros procedimentos, há vezes que esse número cai para duas. Numa situação dessa, não há como fazer a fiscalização e as presas tomam conta do pavilhão”, afirmou. “O que é visto nas imagens é o retrato da negligência do Estado, ausente dentro do sistema prisional”, completou Carvalho.

Em entrevista à TV Globo no início da tarde, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, informou que nove detentas que participaram do evento já foram identificadas e estão em isolamento. Posteriormente, elas serão ouvidas. “Mais preocupante que o consumo é como [o material ilícito] entrou. Queremos saber se eram papelotes de maconha, pó de cocaína, pó de crack ou não”, afirmou Eurico.

O secretário também destacou medidas que vêm sendo tomadas pelo Governo diante do crescimento da população carcerária feminina, que, nos últimos anos, pulou de 2% para 8% do total de presos no Estado. “Duas das sete unidades (do Complexo Prisional) de Araçoiaba, que estamos construindo, são femininas”, declarou.

Em nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização reafirmou que as reeducandas foram isoladas após serem identificadas. Confira na íntegra:

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que já identificou as reeducandas da Colônia Penal Feminina do Recife (CPFR) que aparecem nas imagens divulgadas nesta terça-feira (10). Todas foram preventivamente isoladas e responderão a um procedimento administrativo disciplinar.

Nenhum comentário :

Postar um comentário