segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Comando vai ser trocado quando necessário, dia Paulo Câmara

Governador Paulo Câmara assinou o projeto que reajusta vencimentos e reestrutura carreira da PM na semana passada
Foto: Aluisio Moreira/SEI

Blog da Folha

Após o anúncio da troca do comando das polícias militar e civil em Pernambuco, na véspera do Carnaval, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que vai "trocar quando for necessário (os comandos) para manter a segurança dos pernambucanos".

O chefe do Executivo estadual afirmou que tratará do tema da Segurança "com transparência" e que não vai "politizar ou eleitorizar" a questão, em referência às críticas dos opositores de que mudar os comandos não resolverá a situação.

"Nós estamos fazendo o que é necessário para a segurança do Estado. Não vou de forma nenhuma politizar ou eleitorizar essa questão. É preciso responsabilidade com um tema grave como a segurança. Vou fazer o que for necessário como governador e trocar quando necessário (os comandos) para manter segurança dos pernambucanos", afirmou o governador, durante o Baile Municipal, neste sábado (18).

Na próxima terça-feira, a Secretaria de Defesa Social anunciará o esquema de segurança do carnaval. A questão vem sendo uma das principais preocupações nos bastidores do Palácio das Princesas devido ao recente tensionamento entre o Governo do Estado e associações da classe.

Na última semana, Paulo Câmara adotou medidas de valorização da tropa como o reajuste dos valores do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) e a sanção ao projeto de lei que aumentou os salários dos policiais militares e corpo de bombeiros, que foi alvo de polêmica no mérito e no rito processual na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Nenhum comentário :

Postar um comentário