segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Dirigentes das associações dos PMs são afastados das funções por 120 dias

Blog da Folha

O presidente e o vice-presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS), Albérisson Carlos e Nadelson Leite, além do presidente da Associação dos Militares Estaduais (AME), Vlademir José de Assis, foram afastados de suas funções por 120 dias. A portaria, assinada na última sexta-feira (17) pelo secretário Ângelo Gioia, foi publicada no Boletim Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), no último sábado (18).

No documento, o secretário considera que os três dirigentes são "acusados de praticarem, em tese, fatos incompatíveis com a função pública, os quais afetam a ética, como também, a honra pessoal, o pundonor policial militar e o decoro da classe". Na ementa, o secretário afirma que é necessário o afastamento cautelar dos policiais, na forma prevista no art. 14 da Lei 11.929/01. 
O secretário considera que “o Ministério Público de Pernambuco, naquela denúncia, representou, de forma reiterada, pela decretação da prisão preventiva de Albérisson e Nadelson, considerando que o necessário e premente afastamento cautelar deles é indelével à garantia da ordem pública, à instrução regular dos processos administrativos disciplinares militares aos quais estão submetidos e à viabilização da correta aplicação da eventual sanção disciplinar. 

O afastamento pode ser renovado, automaticamente, por igual período, caso o Processo Administrativo Disciplinar Militar não seja concluído nos 120 dias. No documento, fica estabelecido que recolha a identificação funcional dos policiais, além das armas e utensílios funcionais. 

Procurado pela reportagem, o vice-presidente da ACS, Nadelson Leite, disse que a medida foi uma forma de coibir o trabalho deles dentro do impasse entre a PM e o Governo. "Isso não vai mudar em nada a atuação da associação. Pelo contrário. Isso acabou causando revolta na tropa", comentou Nadelson, que informou que eles pensam em entrar com ação contra o secretário Ângelo Gioia. Nadelson também garantiu que a Operação Padrão vai continuar durante o Carnaval.

Nenhum comentário :

Postar um comentário