sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Kits educativos da campanha Corrupção. Tem jeito do MPPE vão ser trabalhados em sala de aula na rede de ensino do Recife

Ministério Público de Pernambuco - MPPE

Mais de 4 mil kits educativos da campanha institucional do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Corrupção. Tem jeito foram entregues à Prefeitura do Recife nessa quinta-feira (9). A campanha institucional do MPPE traz temas como, o papel de cada cidadão no controle social, a criação de uma cultura de combate à corrupção, os efeitos nefastos da corrupção sobre os serviços públicos.

Esse material destinado à Secretaria de Educação do Recife é voltado para o público infantil e juvenil, com o objetivo de que o tema seja trabalhado em sala de aula pelos professores, já neste ano letivo de 2017.

O kit educativo é composto por um jogo da memória, ilustrado pelo cartunista Samuca. No jogo da memória Corrupção. Tem jeito, são apresentadas atitudes corruptas e honestas, para que desde cedo crianças e adolescentes reflitam sobre seu papel na sociedade que se pode construir. Também há um livro em quadrinhos, também ilustrado pelo cartunista Samuca, chamado Um conto da Corruplândia.

Os materiais da campanha foram produzidos pela própria Assessoria Ministerial de Comunicação Social do MPPE.

Saiba mais e acesse o material da campanha no seu computador

Jogo de Memória Corrupção. Tem Jeito - O MPPE acredita que a sensibilização das crianças é também uma forte aliada para mudar o sério problema da corrupção. Confira as cartelas do Jogo de Memória Corrupção. Tem Jeito., que apresenta atitudes corruptas e honestas para que os jovens reflitam sobre seu papel na formação de novos valores para a sociedade.

Um conto da Corruplândia - Era uma vez um reino distante chamado Corruplândia. Os moradores desse reino têm uma história pra contar, e o MPPE acredita que as crianças e os jovens podem, desde cedo, desenvolver seu senso crítico e valores éticos para a construção de uma sociedade sem corrupção.

Nenhum comentário :

Postar um comentário