sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Polícia investiga crime passional na morte de personal trainer, no Janga

Folha-PE

A Polícia Civil de Pernambuco investiga a hipótese de crime passional para a morte da personal trainer e professora de dança Gabriela Santiago, de 24 anos, que foi assassinada covardemente na noite da última quinta-feira (16), no bairro do Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. 


Segundo o delegado Antônio de Campos, que realizou as primeiras investigações pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a maior probabilidade é de crime passional. "A motivação, até o momento, ainda não foi confirmada. A probabilidade maior é de crime passional", comentou o delegado, que realizou as primeiras investigações.

Amigos da vítima, que preferiram não se identificar, informaram que a mulher havia recebido uma ligação, dentro do ônibus, de um ex-namorado. Após descer do coletivo, ela teria sido surpreendida por ele. "Minha amiga vinha com ela no ônibus conversando e o ex dela ligou várias vezes e ela não quis atender. Quando ela desceu, ele já estava esperando para cometer o crime", revelou.

A jovem foi morta com dois tiros na cabeça. Até o momento, o suspeito não foi localizado. O corpo de Gabi, como era conhecida, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), no Recife.

Nenhum comentário :

Postar um comentário