terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

SDS vai investigar possível agressão em blitz da Lei Seca


Gravação mostra que policial tentou pegar celular de motorista à força
Foto: Reprodução/Internet
JC Online


A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS) está apurando um possível caso de agressão de um policial militar a um motorista durante uma abordagem da blitz da Lei Seca. O caso ocorreu no último domingo (26), na Avenida Agamenon Magalhães. Um vídeo sobre o caso está circulando nas redes sociais. O motorista que teria sofrido a agressão não foi identificado. 
No vídeo, o motorista afirma que foi agredido anteriormente por um policial militar e vem caminhando, fazendo uma transmissão ao vivo pelo Facebook, em direção à vitaura onde o policial está. "Você me agrediu, você agiu errado", disse o motorista diversas vezes no vídeo. 
O policial, depois que percebeu que estava sendo filmado, pediu o celular ao homem, que se negou a entregar e afirmou que estava fazendo uma transmissão ao vivo pelo Facebook. O policial estava dentro de uma viatura da Lei Seca, de placa PCP-8160. 
O mototista não entregou o aparelho e o policial (no vídeo, não é possível ver a identificação) tentou tomar a força. Em seguida, a imagem fica escura e o motorista afirma que foi agredido pelo policial. No áudio, é possível ouvir o policial informar que o motorista seria levado para uma delegacia. 

NOTA

Em nota, a Secretaria de Saúde, que coordena a Operação Lei Seca, afirma que está apurando o ocorrido. O texto diz que o motorista foi autuado por conduzir um veículo sem uma das placas de identificação, sendo penalizado com uma infração gravíssima, seguindo as regras do artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro. Além de sete pontos na carteira, o condutor teve o veículo apreendido e removido do local. 
"Ao ser informado das penalidades, o condutor passou a agredir verbalmente o Agente de Trânsito. Toda a documentação da abordagem, bem como os dados do Agente envolvido na ocorrência serão enviados para a Corregedoria da Polícia Militar para que haja a apuração da conduta e para que sejam tomadas as medidas cabíveis", diz a nota. A Lei Seca é uma operação conjunta entre o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV), a Secretaria de Saúde e o Detran.

Nenhum comentário :

Postar um comentário