terça-feira, 28 de março de 2017

À Polícia, blogueira alega 'problemas pessoais' para justificar ofensas a criança com Down

Os comentários foram feitos em uma foto que a tia do garoto postou em celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down
Foto: Reprodução/Facebook

JC Online

A blogueira pernambucana Julia Salgueiro foi intimada a prestar depoimento nesta segunda-feira (27), na Delegacia do bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. De acordo com informações repassadas pelo delegado Paulo Rameh, responsável pelo caso, a jovem alegou estar sofrendo 'problemas pessoais e psicológicos' e, por isso, 'falou coisa fora do contexto' em relação à foto de uma criança de 11 meses com síndrome de Down. A blogueira de moda chegou a comparar o menino a um cachorro e ainda o classificou como 'nojento'.
Na delegacia, Julia alegou que 'não é assim', referindo-se à sua postura nas redes sociais. Questionada pelo delegado sobre o que a levou a publicar ofensas na foto da criança, a blogueira apenas afirmou que "estava meio depressiva" e vem passando por tratamento por causa de 'problemas psicológicos e pessoais'.

Salgueiro foi ouvida na tarde desta segunda-feira (27) após ter sido intimada a comparecer à delegacia. Na sexta-feira (24), ela publicou comentários em uma foto de Juliana Preto com seu sobrinho Fernando, de 11 meses. A imagem, postada em uma rede social, fazia parte da comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down.



Discriminação nas redes

A blogueira disse que as pessoas portadoras da Síndrome de Down são "que nem filhote de cachorro: lindos quando são pequenos, mas quando crescem só pensam em trepar" e afirmou todo são "nojentos". Após a repercussão negativa, ela desativou as redes sociais pessoais.

De acordo com o delegado Paulo Rameh, a jovem agora aguardará a conclusão do inquérito, que durará até 30 dias. Rameh ainda esclarece que não há necessidade de ouvir mais nenhuma pessoa envolvida no caso, já que a própria jovem confirmou a autoria dos comentários ofensivos.

A blogueira pode ser condenada por injúria qualificada, com pena de um a três ano de reclusão, além de multa.

Nenhum comentário :

Postar um comentário