sexta-feira, 3 de março de 2017

Em nota, Empatando Tua Vista diz ver ação "com extrema preocupação"

Blog da Folha

Após prestarem queixa contra a ação da Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE) de recolher fantasias durante o último sábado de Carnaval (25), integrantes da troça Empatando a Tua Vista concedem coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (3), na sede do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), para falar sobre as providências tomadas pelo grupo. Na ocasião, os representantes do bloco leram uma nota na qual afirmam que enxergam o ocorrido "com extrema preocupação".

No texto, o grupo afirma que mais do que fantasias tomadas à força e o constrangimento causado a seus integrantes, a “ação arbitrária e agressiva da Polícia revela o quanto o Estado vem se tornando um instrumento de repressão e controle”. 

Na nota, a troça pede a retratação pública do governador Paulo Câmara (PSB) e do prefeito Geraldo Julio (PSB), por serem responsáveis pela PM e pela Dircon, respectivamente; esclarecimento e publicização sobre "a ação arbitrária executada pela PM-PE contra o direito à livre manifestação, com a identificação do autor da ordem para a missão e a devida punição dos responsáveis"; e esclarecimento e publicização sobre o monitoramento sofrido pelas integrantes da troça. 

Na coletiva, o grupo também anunciou que pretende entrar com ação por danos morais contra o Estado. Por fim, na nota, a Empatando Tua Vista convida para ato de protesto, "em defesa de liberdade de expressão e da greia política", no aniversário do Recife, celebrado no próximo dia 12 de março.

Na tarde dessa quinta (2), integrantes da troça prestaram queixa contra a PM-PE na Delegacia de Crimes contra a Administração Pública e Serviços Públicos e no Ministério Público Estadual (MPPE). Eles alegaram cerceamento de liberdade de expressão, abuso de autoridade, invasão de propriedade e usurpação de função pública. A Troça Carnavalesca Empatando Tua Vista existe há quatro anos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário