segunda-feira, 20 de março de 2017

Pernambuco ficou mais distante do “hub” da Latam - Inaldo Sampaio

A inclusão do Aeroporto Pinto Martins, de Fortaleza, no programa de concessões do governo federal e o fato de ele ter sido arrematado pela empresa alemã Flaport por R$ 425 milhões, o torna favorito para vencer a disputa que ora trava com o dos Guararapes (Recife) e o Augusto Severo (Natal) para converter-se em “hub” da Latam. O Governo de Pernambuco tem lutado em várias frentes pela conquista desse “hub”, que será um centro de conexões de voos que chegam ao Brasil, procedentes da Europa e dos EUA, com destino à América Latina. Mas perdeu a primeira batalha para o Governo do Ceará, que também se esforça com a mesma finalidade, ao não conseguir incluir o Guararapes no programa. Houve, ainda em 2016, uma vaga promessa do ministro Moreira Franco de que nas próximas rodadas de concessões o aeroporto do Recife seria incluído, mas o Ministério dos Transportes descarta por enquanto essa possibilidade.

Nenhum comentário :

Postar um comentário