sábado, 1 de abril de 2017

Ainda há trechos com risco, aponta vistoria em supermercado que desabou

Supermercado Atacarejo Ideal desabou
Foto: Anderson Stevens

Folha de Pernambuco

Uma vistoria foi realizada por técnicos da Defesa Civil do Recife na manhã deste sábado (1) no prédio do supermercado Atacarejo Ideal, cujo teto desabou na manhã dessa sexta-feira (31), no bairro do Jordão, na Zona Sul da cidade. O imóvel ficará interditado até que os responsáveis tomem providências de reforma. A Defesa Civil fez a perícia no local e constatou que ainda há áreas com risco de desabamento. O órgão emitirá um relatório sobre a vistoria em até dez dias.

“Nós orientamos os proprietários que só começassem a retirada dos materiais e a reforma no local com acompanhamento técnico de um engenheiro”, afirmou a gerente geral de Engenharia da Defesa Civil, Elaine Holanda. Ela comentou que a grande quantidade de material dificultou o acesso a trechos de risco, que permanecem isolados. "Não vamos falar das causas do desabamento; isso cabe a uma outra perícia" completou. 

Negligência

O desabamento causou a morte do caminhoneiro Hamílton Porfírio, de 44 anos, e deixou ainda oito feridos. Familiares de Hamílton acusam os donos do supermercado de negligência. “Não vamos deixar essa história morrer junto com o meu irmão. Vamos cobrar das autoridades providências para saber o motivo dessa fatalidade", afirmou, esta manhã, Anilson Porfírio, irmão de Hamílton, enquanto aguardava a liberação do corpo, no Instituto de Medicina Legal, em Santo Amaro, região central do Recife. 

Segundo ele, até a manhã deste sábado, nenhum advogado ou representante do estabelecimento comercial entrou em contato com a família da vítima.

Nenhum comentário :

Postar um comentário