sexta-feira, 16 de junho de 2017

Assessoria de Matuto nega irregularidade na gestão fiscal

JC Online

A Prefeitura de Paulista nega irregularidade na gestão fiscal do município em 2016. O chefe de gabinete do prefeito Júnior Matuto (PSB), Francisco Padilha, esclarece que a decisão desta quinta-feira (15/06) do Tribunal de Contas do Estado é o resultado de uma auditoria especial para apurar a demora no lançamento de informações obrigatórias no Portal da Transparência do Município.
“O fato já foi corrigido”, garante a prefeitura. O setor jurídico da gestão vai recorrer do julgamento da Segunda Câmara do TCE para evitar a aplicação de multa. 
O prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), que teve a perda de mandato determinada pelo juiz da 12ª Zona Eleitoral do município, Leonardo Asfora, no dia 13 de junho, foi multado nesta quinta-feira (15/06) pela Segunda Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco por falta de transparência na gestão fiscal de 2016, último ano do primeiro mandato e da campanha à reeleição.

Prefeito de Paulista ingressa com recurso nesta sexta para garantir mandato

A assessoria de Júnior Matuto informa também que nesta sexta (16/06), quando acaba o prazo para contestação da sentença do juiz eleitoral, a defesa do prefeito deve ingressar com recurso.

Nenhum comentário :

Postar um comentário