terça-feira, 6 de junho de 2017

TRE-PE reuniu 720 jovens para conversar sobre política e cidadania no Programa Eleitor do Futuro

Tribunal Regional eleitoral de Pernambuco -TRE-PE

Na manhã desta terça-feira (06/06), aconteceu o Programa Eleitor do Futuro com o Presidente do TRE-PE, Antônio Carlos Alves da Silva no Centro de Convenções, em Olinda. Pela primeira vez o evento contou com o apoio do Governo do Estado de Pernambuco e da Secretaria de Educação, realizando palestras para estimular os jovens ao exercício do voto e despertar o interesse deles para as questões políticas, éticas, sociais e jurídicas.

"O jovem é a esperança do Brasil, é o futuro e deve ter consciência do seu valor. Eu já fui servente e hoje sou desembargador e fiquei muito feliz pois duas jovens tiraram fotos comigo e disseram que querem ser juízas", relatou o presidente do TRE-PE.

"Essa palestra é uma das muitas já realizadas dentro do programa que vem percorrendo em todo o Estado, e é uma oportunidade do jovem perceber que ele é um instrumento de transformação", declarou o secretario de Educação, Fred Amâncio.

O evento contou a participação dos alunos de escolas públicas do Recife e região metropolitana que prestigiaram as palestras do diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), Delmiro Campos, do presidente do TRE-PE, Antônio Carlos e do secretário da EJE, Eduardo Japiassu. A participação interativa dos alunos foi o ponto alto, no qual, várias escolas fizeram apresentação de dança, banda de fanfarra e grupo vocal.

“O Eleitor do Futuro em Pernambuco desde de março de 2017, vem apresentando este reforço que é a presença do presidente do Tribunal e sua fala para animar e ressaltar todas essas palestras que estamos divulgando há 11 anos”, proferiu o diretor da EJE, Delmiro Campos.

O secretário da EJE, Eduardo Japiassu, interagiu com os alunos em um diálogo informal e acalorado, emocionando os presentes e despertando nos adolescentes, futuros eleitores, a importância de sonhar para conseguir atingir os objetivos, como poder de transformação social, citando um poema de Mário Quintana, “Uma vida não basta ser apenas vivida: Também precisa ser sonhada”, e afirmou “Os jovens de hoje serão aqueles que farão a diferença do nosso País, no futuro”, concluiu.

O TRE-PE reforçou o programa Eleitor do Futuro porque constatou, em 2016, que diante das conturbações no cenário político, os jovens pernambucanos estavam desmotivados a participarem de eleições e irem as urnas. Esse problema acabou se agravando, depois que ocorreram os escândalos políticos de 2012 e as movimentações nas ruas, em junho de 2013. Nas últimas quatro eleições em Pernambuco o índice de jovens, entre 16 e 18 anos caíram 42%, e os jovens com 16 anos completos, 56% ainda não entram no sistema eleitoral.

Nenhum comentário :

Postar um comentário