sábado, 24 de junho de 2017

TSE pode cassar Joaquim Neto no dia 27

Blog do Edmar Lyra

O prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB) tem vivenciado dias difíceis na sua vida pública. Além do Ministério Público ter aberto inquérito para apurar o alto cachê pago a banda Aviões do Forró no valor de R$ 280 mil, o presidente do TSE ministro Gilmar Mendes marcou para a próxima terça-feira o julgamento que pode cassar o seu mandato conquistado em 2016.

Uma fonte ouvida pelo blog disse que Joaquim fez inúmeras viagens a Brasília tentando reverter o quadro mas pelo visto não obteve êxito, pois os rumores dão conta de que as provas que embasam sua cassação são robustas e dificilmente haverá resultado diferente.

Caso se confirme a cassação de Joaquim Neto, Gravatá será o terceiro município com eleições suplementares. Também estão na mesma situação dele os prefeitos de Paulista, Júnior Matuto e de Abreu e Lima, Pastor Marcos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário