segunda-feira, 31 de julho de 2017

‘A gente prende muita gente, que é solta com pouco tempo’, critica Paulo Câmara

Paulo Câmara entregou novas viaturas à polícia para combater violência recorde. Foto: JC Imagem

Raphael Guerra
JC Online

Durante a entrega de novas viaturas para a polícia, no Palácio do Campo das Princesas, nesta segunda-feira (31), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, alfinetou a Justiça. “A gente tem prendido muita gente, que, infelizmente, é solta com pouco tempo. Pessoas que deveriam estar presas, no nosso entendimento”, afirmou. Segundo o governador, cerca de 1 mil pessoas foram presas neste ano no Estado.
A crítica de Câmara é compartilhada por boa parte dos profissionais da Secretaria de Defesa Social, como delegados, policiais civis e militares. Com a criação das audiências de custódia, presos que praticam crimes considerados de menos violentos conseguem o direito de responder a processo em liberdade. O projeto foi desenvolvimento pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como forma de desafogar as unidades prisionais do País. Mas a polícia reclama que muitos presos deveriam permanecer na cadeia porque trazem riscos à sociedade. E isso é fato.

A discussão é polêmica, mas é de extrema importância no momento em que a violência em Pernambuco atinge níveis nunca antes registrados nos últimos 10 anos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário