quinta-feira, 20 de julho de 2017

Centrais sindicais e movimentos sociais fazem ato pró-Lula no Recife

Ato pelo ex-ministro Lula acontece no Parque 13 de Maio
Foto: Heinrich Aikawa/ Instituto Lula


Os grupos de apoio ao ex-presidente Lula (PT) farão ato em defesa do petista nesta quinta-feira (20) no Parque 13 de Maio, no Centro do Recife, a partir das 9h.

Estão na pauta o pedido por “Diretas Já”, “Fora Temer” e contra as reformas propostas pelo governo do presidente. À frente da organização estão centrais sindicais e movimentos sociais ligados à Frente Brasil Popular e à Frente Povo Sem Medo.

De acordo com a integrante da Marcha Mundial das Mulheres, Elisa Lucena, um dos grupos que integram a Frente Brasil Popular, é importante ter uma percepção crítica em relação à operação Lava Jato e ao discurso contra a corrupção que foi construído, porque existem empresários e parlamentares que não são enquadrados pela operação, o que mostra que ela tem um objetivo político.

“O julgamento de Lula é um julgamento político. O mundo inteiro já está sabendo, a imprensa internacional. Se condenam um ex-presidente sem provas, o que não farão com o cidadão comum. Isso traz muitos desdobramentos. Estamos vivenciando um estado de exceção e o que estão fazendo com o julgamento de Lula quebra o estado democrático de direito, por isso vamos para as ruas defender a democracia”, diz o vice-presidente da CUT em Pernambuco, Paulo Rocha.

CONGRESSO

A central sindical estará organizando um congresso extraordinário na parte da tarde, com a participação de diversos movimentos sociais.

A Frente Brasil Popular é uma articulação do campo da esquerda que reúne mais de 40 organizações entre coletivos de juventude, entidades sindicais, movimentos sociais, além de partidos políticos do campo da esquerda, entre eles, PT, PCdoB e PDT.

No ato desta quinta-feira, além de centrais sindicais irão se somar diversos movimentos sociais que compõem a frente em Pernambuco. Entre eles o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Marcha Mundial das Mulheres, o Levante da Juventude, a Consulta Popular, entre outras organizações e coletivos. O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que integra uma outra frente de luta, a Frente Povo Sem Medo, também estará presente no ato, além de parlamentares dos partidos políticos que compõem a FBP PE.

Nenhum comentário :

Postar um comentário