sexta-feira, 28 de julho de 2017

Cliente denuncia golpe do 'falso funcionário' em banco no Centro do Recife

Maria da Paz Vieira, 63 anos
Foto: Brenda Alcântara

Emília Lucena
Folha de Pernambuco

A delegacia da Rio Branco, no Bairro do Recife, está investigando um caso de crime contra o patrimônio, ou estelionato, que vitimou uma cliente de uma agência do Banco do Brasil, localizada no mesmo bairro. Segundo a contadora Maria da Paz Vieira, 63 anos, R$ 3 mil teriam sidos retirados de sua conta corrente depois de ser abordada por um homem que teria se identificado como funcionário da instituição, quando ela tentava fazer uma transação financeira no setor de autoatendimento. A denúncia foi relatada pela vitima com exclusividade para a Folha de Pernambuco. 

O delegado titular da Rio Branco, Breno Varejão, confirmou o registro um boletim de ocorrência e disse que imagens das câmaras de segurança do local já foram solicitadas para auxiliar nas investigações, que podem durar 30 dias. Caso o criminoso seja identificado, preso e julgado, poderá responder de um a cinco anos de reclusão. “Não podemos adiantar detalhes, apenas que estamos em busca das imagens, além de chamar a vitima para ser ouvida”, adiantou. O Banco do Brasil foi procurado, mas ainda não respondeu.

Maria da Paz contou que foi até a agência para fazer uma transação financeira, no início da tarde da última segunda (24). Quando estava no setor de autoatendimento, foi abordada por um homem se identificando como funcionário e pedindo para ela fazer um recadastramento biométrico, que é a coleta e armazenamento de dados físicos do cliente.

Ela disse que, mesmo depois de responder não ter necessidade, acabou fazendo uso de uma dos caixas eletrônicos diante da insistência do suspeito. “Um homem bem vestido, me atendeu afirmando ser preciso recadastramento. Digitei meus dados no primeiro caixa eletrônico e, depois, ele pediu para me dirigir para um segundo, argumentando que anterior estava quebrado", detalhou a vítima

Assim que chegou em um das empresas que presta serviço, também localizada no Recife Antigo, contou a história aos colegas. Alertada pelos funcionários, consultou seu saldo, através do aplicativo de celular do Banco do Brasil, e constatou que o valor tinha sido subtraído de sua conta.

A contadora voltou à agência, onde foi orientada pelo gerente a prestar queixa na delegacia. Depois do registro do Boletim de Ocorrência, voltou ao local para tentar reaver o dinheiro. De acordo com Maria da Paz, o gerente disse que em 15 dias deverá ter um posicionamento da instituição

Enquanto não têm resposta para o crime, o delegado Bruno Varejão fez uma serie de alertas para quem precisa acessar agencias bancárias:

- Nunca aceitar ajuda de pessoas estranhas. Elas devem estar devidamente identificadas; 

- Evitar fazer saques de grandes valores em dinheiro. É melhor optar pela transferência ou pagamento de boleto;

- Evitar retirar dinheiro em lugares isolados ou de pouco movimento;

- Observar as condições do caixa eletrônico. Sempre fazer uma checagem nos equipamentos, mexendo no lugar onde o cartão deve ser inserido;

- Evitar contar dinheiro em público, mas, se for necessário, fazer com discrição; 

- No caso do idoso, procurar sempre ir acompanhado de uma pessoa de confiança.

Nenhum comentário :

Postar um comentário