domingo, 9 de julho de 2017

Encontro secreto selou aliança de Maia e Tasso por queda de Temer

O presidente Michel Temer e o primeiro na fila para sucedê-lo, deputado Rodrio Maia (Givaldo Barbosa/Agência o Globo)

Daniel Pereira, Thiago Bronzatto, Robson Bonin e Rodrigo Rangel
Veja

No início da noite de quarta-feira (5), enquanto o presidente Michel Temercobrava dos ministros ajuda para se manter no cargo, o deputado Rodrigo Maiarecebeu sigilosamente, na residência oficial do presidente da Câmara, o senador Tasso Jereissati, comandante interino do PSDB. Favorito para suceder Temer no Palácio do Planalto caso o peemedebista seja afastado do cargo, Maia discutiu com Tasso a formação do novo governo. Os dois concordaram em manter a equipe econômica, tocar a agenda de reformas e fazer mudanças pontuais no ministério. “O Rodrigo começou a compor o novo governo”, disse a VEJA um importante cacique tucano. O DEM, partido de Rodrigo Maia, também já trabalha nos bastidores pela substituição de Temer. Os dois partidos compartilham da análise de que o peemedebista não terá condições de reverter o estrago provocado pelo parecer do relator da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), Sérgio Zveiter, sobre a denúncia contra Temer. Nos gabinetes de Brasília, é barbada que Zveiter votará pela abertura de processo contra o presidente. “O Temer é impopular, a única coisa que o sustenta é o Congresso. Com o colapso na CCJ, o efeito dominó será inevitável”, declarou a VEJA o vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima.

Nenhum comentário :

Postar um comentário