domingo, 2 de julho de 2017

Greve deixa Grande Recife sem ônibus a partir da 0h de segunda-feira

Cerca de dois milhões de passageiros são transportados por dia no Grande Recife
Foto: Guga Matos/JC Imagem

JC Online

Rodoviários do Grande Recife confirmaram, neste domingo (2), a greve por tempo indeterminado aprovada em assembleia quinta-feira passada (29/6) e que terá início a partir da 0h desta segunda-feira (3). A proposta do sindicato da categoria é suspender a circulação de todas as linhas de ônibus da 0h até as 5h. “Somente depois das 5h vamos liberar 30% da frota, em respeito à Lei de Greve (nº 7.783/89)”, afirma o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Benilson Custódio.

Segundo ele, o sindicato não recebeu qualquer comunicação da Justiça do Trabalho referente à greve dos motoristas, cobradores e fiscais. Os rodoviários abriram negociação com a classe patronal em busca de reajuste salarial, entre outras melhorias nas condições de trabalho. Eles pedem 7% de correção no piso salarial, 25% de aumento no vale alimentação e manutenção de cobradores nos coletivos. Após cinco tentativas de acordo, não houve avanço.

Atualmente, o motorista ganha R$ 2.133,01; o salário do cobrador é R$ 971,97; fiscais e despachantes recebem R$ 1.366,40. E o valor do tíquete alimentação é R$ 225. Cerca de dois milhões de passageiros são transportados por dia nos ônibus que circula pelo Grande Recife. “A assembleia aprovou a greve e nós vamos cumprir a decisão da categoria”, reforça Benilson Custódio.

Por meio de nota enviada pela assessoria de comunicação, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE) informa que “não medirá esforços para garantir a continuidade da prestação de um serviço essencial e reduzir eventuais transtornos à sociedade.”
NOTA

“A Urbana-PE se empenhou ao longo das últimas semanas para chegar a um acordo junto aos trabalhadores rodoviários na definição do dissídio coletivo da categoria. Buscou-se uma solução que atendesse ao máximo aos interesses da categoria, sem esquecer, entretanto, a atual realidade do setor de transporte público. O Sindicato informa que recebeu comunicação do órgão gestor do transporte público na Região Metropolitana do Recife, o Grande Recife Consórcio de Transporte, determinando operação de 50% da frota nos horários de pico (5h às 9h e 16h às 20h) e 30% nos demais horários durante a greve deflagrada pelo Sindicato dos Rodoviários marcada para a próxima segunda-feira (3), a fim de evitar transtornos e prejuízos irreversíveis à população.”

Nenhum comentário :

Postar um comentário