quarta-feira, 19 de julho de 2017

Ministra Cármen Lúcia visita Complexo do Curado, no Recife

Cármen Lúcia visita Complexo do Curado
Foto: Anderson Stevens 

Folha de Pernambuco

Foi com um protesto de candidatos aprovados no concurso de 2009 para agentes penitenciários em Pernambuco, em frente ao Complexo Prisional do Curado, que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, foi recebida na quarta (19). Ela faz visita ao local, cumprindo uma agenda que passa por vários estados. O grupo, com cerca de 20 pessoas, reivindica a convocação para as vagas e curso de formação. 

“Há uma escassez muito grande de pessoal no sistema. Estamos aqui para ser aprovados no concurso de 2009, que ainda está válido com ações que entramos na justiça. Mas o Governo de Pernambuco abriu novo concurso e expurgaram a gente”, reclama um dos aprovados, Wellington Luiz da Silva. Segundo ele, há 89 aprovados aguardando curso de formação; outros 126 foram nomeados em 2015.

Sobre o protesto, o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, afirmou que o concurso expirou e que a continuidade seria inconstitucional.

Ministra
Carmen Lúcia chegou ao Complexo Prisional do Curado, seguindo uma agenda de visitas pelo País para conhecer as condições dos presos e servidores das unidades prisionais. Na ocasião, podem vir à tona tratativas sobre a necessidade de acelerar medidas judiciais em prol do desencarceramento ou até acerca do fechamento gradual do complexo, que abriga atualmente 6,4 mil detentos em um espaço planejado para 1,8 mil.

Nenhum comentário :

Postar um comentário