Telefone: 81 8824-4442
Email: antonio.assiss@hotmail.com

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Eleição dos Conselhos de Unidades


Dilma e Lula vêm Pernambuco para tentar recuperar terreno

Larissa Rodrigues - Diario de Pernambuco


Um dia antes de voltar a Pernambuco nas eleições deste ano, o ex-presidente Lula (PT) reforçou o discurso de que "o Nordeste não pode perder os avanços que conseguiu", em referência à candidatura de Aécio Neves (PSDB), que disputa o segundo turno com Dilma Rousseff (PT), no próximo domingo (26).


Em entrevista a uma rádio local, na manhã desta segunda-feira (20), o petista disse que "houve um tempo em que essa gente (o PSDB) governou o Brasil e o Nordeste era tratado a pão e água". Lula vem ao estado, nesta terça-feira (21), impulsionar a campanha do PT. Ao lado de Dilma, ele vai visitar a fábrica da Fiat, em Goiana, na Mata Norte, e participar de caminhada no Recife.

O ex-presidente tentou fortalecer a imagem de que Dilma Rousseff vai dar continuidade às políticas de desenvolvimento regional e terá compromisso com Pernambuco, apesar de o estado ter eleito um governador de oposição à candidata.


"É um tipo de gente (O PSDB) que nunca contribuiu para o desenvolvimento do Nordeste. Sempre acharam que a região deveria aparecer na imprensa como campeã da mortalidade infantil, do analfabetismo e do desemprego", afirmou, acrescentando, "nós decidimos mudar isso. A igualdade de oportunidades vai fazer o Nordeste ter igualdade de condições. É por isso que a companheira Dilma jamais terá um gesto de negar qualquer coisa para um estado do Nordeste".



Para o petista, a eleição em Pernambuco foi atípica e se deu em um momento de comoção social muito forte, por causa da morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB). Lula acredita que o governador eleito Paulo Câmara (PSB) não teria vencido num ambiente normal. "Mas a gente não quer saber quem é o governador, governamos de forma republicana", enfatizou.



Lula também falou sobre a possibilidade de ser candidato a presidente da República  em 2018. O ex-presidente não descartou o cenário, argumentando que não sabe qual será a circunstância política em quatro anos. Mas ressaltou que se depender dele não será candidato. "Não poderia pensar agora, seria leviandade. Tenho fé em Deus que o Brasil vá desenvolver quadros mais novos."



O petista defendeu, ainda, a reeleição, porque, segundo ele, "é uma aprovação ou não de quem está no governo". "Eu era contra, mas descobri que um mandato de quatro anos não permite uma obra estruturante."

MINISTRAS DO JAPÃO RENUNCIAM APÓS DENÚNCIAS DE IRREGULARIDADES

Agência Brasil*
As ministras japonesas da Indústria e Comércio, Yuko Obuchi, e da Justiça, Midori Matsushima, pediram demissão hoje (20) após denúncias de irregularidades. Desde a sua chegada ao poder no final de 2012, este é o golpe mais duro para o primeiro-ministro Shinzo Abe.
Yuko Obuchi apresentou hoje a sua demissão depois de, na semana passada, terem sido divulgadas notícias sobre suposta utilização ilegal de fundos por sua organização política, informaram fontes do Executivo. Yuko, que assumiu a pasta no início de setembro, foi o nome mais destacado na primeira remodelação do governo realizada por Abe desde que chegou ao poder em dezembro de 2012, em momento de desgaste da popularidade do primeiro-ministro.
Os partidos de oposição denunciaram que a ministra da Justiça distribuiu leques com sua imagem para os eleitores o que constitui violação da lei eleitoral, segundo os oposicionistas. Na sexta-feira (17), o principal partido de oposição, o Partido Democrata, apresentou queixa criminal contra Midori.
* Com informações da Agência Lusa e da NHK

Programa Carteira de Habilitação Popular, do Detran, tem inscrições abertas até novembro

Folha-PE
O Detran-PE abre, a partir desta terça-feira (21) até 23 de novembro, as inscrições para o Programa Carteira de Habilitação Popular (CNH Popular) através do site do órgão: www.detran.pe.gov.br. Podem participar da seleção pessoas de renda inferior a dois salários mínimos, desempregados, alunos do Ensino Público e beneficiários de programas assistenciais, como Bolsa Família, Chapéu de Palha, emtre outros segmentos. As vagas são para motoristas que querem renovar, adicionar alguma categoria ou mudar de categoria da CNH.
Até o fim do ano, o órgão irá convocar até 10 mil selecionados que poderão realizar, gratuitamente, todas as etapas para renovação da CNH, adição das categorias A ou B ou mudança de categoria. Para este ano, egressos e liberados do sistema penitenciário, socioeducandos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) podem se inscrever. As vagas serão distribuídas para as cidades do Interior do Estado e da Região Metropolitana do Recife.
Investimentos
Aproximadamente 1,3 milhões de pessoas já se inscreveram no CNH Popular em seis anos de existência do Programa. Em 2014, a expectativa é de que se inscrevam 400 mil pessoas.

O CNH Popular começou, em 2008, contemplando 900 pessoas e deve fechar 2014 contemplando cerca de 20 mil e investindo cerca de R$ 15 milhões de reais. Entre 2008 a 2013, o Programa investiu mais de cem milhões de reais.
Como Funciona o CNH Popular:
O processo de admissão ao Programa é dividido em três fases:

Ao fazer sua inscrição, exclusivamente através do site www.detran.pe.gov.br, o candidato preenche um cadastro informando a qual segmento pertence (o de desempregados, por exemplo). Além dos dados pessoais, devem ser informados o número de dependentes do candidato, valor da renda, dentre outros.
Finalizado o período de inscrições, será disponibilizada e divulgada, no site do DETRAN/PE, a relação dos selecionados de acordo com a ordem de classificação por segmento.
Os candidatos convocados comparecem ao DETRAN/PE munidos da documentação exigida para cada segmento beneficiado, tendo em vista comprovar as informações prestadas no ato da inscrição.
Fique Atento:
Mudar para categoria C requer que o candidato esteja habilitado na categoria B há, no mínimo, 01 ano, e não tenha cometido infração grave ou gravíssima nos doze meses anteriores ou ser reincidente em infrações médias no mesmo período;

Para mudar para a categoria D, o candidato deve ser maior de 21 anos e estar habilitado na categoria B há, no mínimo 2 anos ou na categoria C, há no mínimo 01 ano. Com relação ao cometimento de infrações, valem as mesmas regras da categoria C.
Para categoria E, o candidato deve ter mais de 21 anos, estar habilitado no mínimo há um ano na categoria C e não ter praticado as infrações já mencionadas.

Proposta obriga uso de 30% das verbas da publicidade para regiões N, NE e CO

Agência Câmara

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7460/14, deputado Jorge Bittar (PT-RJ), que obriga órgãos do Executivo, do Legislativo e do Judiciário federais a destinar 30% das verbas de publicidade para a contratação de agências de propaganda sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Pelo texto, as agências deverão produzir peças publicitárias e veicular campanhas nas regiões onde estão sediadas.
Segundo o autor, o governo federal já vem adotando medidas para descentralizar e regionalizar as ações de comunicação oficial, mas a elevada concentração de recursos em emissoras de televisão das regiões Centro-Sul do País ainda persiste. Em 2012, as emissoras de TV receberam 62,63% dos recursos publicitários do governo federal.
Mídias alternativas 
O projeto também determina que pelo menos 30% do bolo publicitário de órgãos dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) nas três esferas (União, estados, Distrito Federal e municípios) sejam destinadas às chamadas mídias alternativas – blogs e pequenos sites da internet, rádios comunitárias, TVs comunitárias e TVs educativas do País.

O texto também prevê a destinação de pelo menos 30% dos recursos alocados para serviços de publicidade para a contratação de agências de propaganda enquadradas como microempresas ou empresas de pequeno porte.
“Inspirados nas propostas da Subcomissão de Mídia Alternativa e nas sugestões apresentadas pela Associação Brasileira de Empresas e Empreendedores da Comunicação (Altercom) em audiência pública realizada pela Comissão de Ciência e Tecnologia em dezembro de 2012, apresentamos esse projeto com o objetivo de democratizar as comunicações e dar sustentabilidade econômica a esses veículos", ressaltou o parlamentar.

O projeto ainda permite rádios e TVs legislativas, do Poder Executivo, comunitárias, universitárias e educativas venderem espaço publicitário para agências de propagandas contratadas pela administração pública para promover publicidade institucional e campanhas de utilidade pública.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Izabel lamenta o fato de Olinda não ter uma “voz de oposição” na Assembleia Legislativa

Inaldo Sampaio

A advogada Izabel Urquiza (PMDB) lamentou nesta segunda-feira (20), por meio de nota, o fato de não ter sido eleita para deputada estadual, embora tenha sido campeã de votos na cidade de Olinda, sua principal base eleitoral.
Em 2012, como candidata a prefeita, ela deixou de ir para o segundo turno com o prefeito Renildo Calheiros (PCdoB) por cerca de 2% dos votos válidos.
Segundo a peemedebista, o que atrapalhou sua eleição foi a pulverização de votos entre os diversos candidatos e as regras eleitorais relativas às coligações.
“Assim”, disse ela, “compartilho com o sentimento de muitos olindenses no sentido de que perdemos uma grande oportunidade de ter uma voz de oposição na Assembleia Legislativa para defender os interesses da nossa cidade, pois nenhum dos deputados eleitos fez oposição à reeleição do atual prefeito”.
Izabel é filha dos ex-deputados Jacilda e Hélio Urquisa, sendo que sua mãe também foi prefeita.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Charge do Jarbas - Diario de Pernambuco


EVO MORALES É DECLARADO VENCEDOR E CUMPRIRÁ TERCEIRO MANDATO

Agência Lusa

O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi reeleito para mais um mandato, com 61% dos votos válidos. Os resultados oficiais do pleito de domingo passado (12) foram proclamados neste sábado (18) pelo Tribunal Supremo Eleitoral do país.
Os dados confirmam os resultados não oficiais anunciados no dia do pleito. Em seu terceiro mandato, Morales governará a Bolívia de 2015 a 2020, o que o tornará o presidente com mais tempo no poder.

Ele ficou com 37 pontos percentuais de vantagem sobre o adversário, o empresário Samuel Doria Medina, que obteve 24% dos votos. O ex-presidente Jorge Quiroga recebeu 9% dos votos.

O Movimento Sem Medo, liderado pelo advogado Juan del Granado, antigo aliado de Morales, e o Partido Verde, do ecologista Fernando Vargas, obtiveram, cada um, menos de 3%. Domingo que vem (26) haverá nova votação em assembleias dos departamentos de Oruro, no Sul do país, e Santa Cruz, no Leste, devido a irregularidades.

Evo Morales chegou ao poder em 2006, com 54% dos votos, e foi reeleito, em 2009, com 64% dos votos.

Artesãos reclamam das novas bancas de comércio do Alto da Sé

JC Online

Novas bancas são quadradas com 50 centímetros de lado, quando abertas ganham mais 60 centímetros de cada lado

Foto: Guga Matos / JC Imagem

O principal ponto turístico de Olinda, o Alto da Sé, vai ganhar uma novidade: barracas padronizadas para o comércio de artesanato. As bancas de madeira começaram a ser montadas nesta semana e vão abrigar os 29 artesãos que comercializam seus produtos no largo da Sé. A notícia parece boa, mas gerou uma onda de insatisfação entre os comerciantes. Eles reclamam que o novo local de trabalho é menor que o atual e não tem espaço para expor ou guardar todos as mercadorias. Por isso, a oferta de produtos e as vendas vão cair. 
“Nós somos a favor da padronização, queremos que fique tudo organizado. Mas essas barracas não oferecem boas condições de trabalho. A mesa é estreita e não há onde pendurar os artesanatos. O espaço de guardar o material também é pequeno, algumas peças nem entram, por isso vamos ter que levá-las para casa todos os dias”, explica o artesão Carlos Alberto da Silva, 56. O colega Gilson José da Silva, 50, ainda disse que não terá mais espaço para trabalhar. “Sou comerciante e artesão. Faço as talhas ao lado da barraca e é isso que atrai os turistas. Eles param para me ver trabalhando e compram algo. Agora, vou ficar na frente dos produtos”, reclama.

domingo, 19 de outubro de 2014

Veja como anda a saúde dos 2 presidenciáveis - Josias de Souza


Obama pede que americanos não cedam à histeria pelo Ebola

AFP


O presidente Barack Obama pediu neste sábado que os americanos não cedam à histeria ou ao medo diante da epidemia de Ebola, considerando que neste momento é necessário ter paciência.

Em seu discurso semanal ao país, Obama também afastou a ideia de proibir viagens com destino e a partir da África Ocidental, epicentro da epidemia, dizendo que uma restrição desse tipo só vai agravar a crise.

"Todos nós -cidadãos, líderes, meios de comunicação- temos uma responsabilidade e um papel a desempenhar", disse Obama.

"É uma doença séria, mas não podemos ceder à histeria ou ao medo, porque isso só torna mais difícil para que as pessoas consigam as informações exatas de que precisam. Temos que nos guiar pela ciência. Temos que lembrar os fatos básicos".

As declarações do presidente dos Estados Unidos foram feitas um dia depois de o Banco Mundial ter advertido que o mundo está perdendo a luta para conter o Ebola e de a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter indicado que 4.555 pessoas morreram de 9.216 casos registrados até 14 de outubro.

Os Estados Unidos -onde um liberiano morreu de Ebola em 8 de outubro e duas enfermeiras americanas que trataram o paciente foram diagnosticadas com a doença- não enfrenta uma epidemia, enfatizou Obama.

No momento em que o medo do Ebola cresce entre os americanos, Obama reconheceu que é possível que surjam mais casos "isolados".

"Mas sabemos como travar esta luta", disse.

"E se dermos os passos necessários, se nos guiarmos pela ciência -os fatos, não o medo-, estou absolutamente seguro de que podemos evitar uma epidemia grave aqui nos Estados Unidos e de que podemos continuar na liderança mundial neste esforço urgente".

No entanto, ele advertiu que uma proibição a viagens com destino e a partir da África Ocidental não é a resposta adequada.

"Nossos especialistas médicos nos dizem que a melhor maneira de conter esta doença é detê-la em suas fontes, antes que se alastre ainda mais e seja ainda mais difícil contê-la", disse.

"Tentar isolar toda uma região do mundo -se isso for possível-, na realidade, pode piorar a situação".

"Seria mais difícil deslocar equipes de saúde e materiais em ambos os sentidos. A experiência mostra que também pode levar as pessoas na região afetada a mudarem suas viagens para escapar da detecção, e isso vai tornar a doença ainda mais difícil de ser rastreada", alertou.

sábado, 18 de outubro de 2014

Charge do Miguel - Jornal do Commercio


Entidades repudiam propostas eleitorais de redução da maioridade penal

Agência Brasil

Um dos temais mais debatidos na disputa eleitoral deste ano, a redução da maioridade penal, foi repudiada por 104 organizações que compõem a Rede Nacional de Defesa do Adolescente em Conflito com a Lei (Renade).
Em manifesto público, as entidades consideram a ideia um “retrocesso para os direitos humanos de crianças e adolescentes”.
Vários candidatos, nos diversos níveis de disputa eleitoral, defenderam a redução da maioridade penal como resposta à sensação de impunidade trazida por crimes cometidos por crianças e adolescentes. Com o resultado das eleições, levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), mostra que, com a composição “mais conservadora” do Congresso Nacional, a partir de 2015, o debate sobre o tema será uma das tônicas da próxima legislatura.

Para a Renade, no entanto, trata-se de discussão inócua, que afasta o país das diretrizes do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). “Ocorre que, ao relacionar de maneira superficial justiça social e segurança pública, os candidatos parecem desconhecer a realidade do cotidiano do Sistema de Justiça Juvenil no Brasil”, diz trecho do manifesto.

Conheça o médico que se disfarçava de mendigo para atender moradores de rua

CicloVivo

Ser médico é colocar o bem estar do ser humano em primeiro lugar. E essa lição o doutor Jim Withersaprendeu mais nas ruas do que nos bancos da faculdade. Há duas décadas, ele sai na madrugada para tratar de pessoas que vivem em situação de rua.
Para facilitar a aceitação dos moradores, em serem cuidados por ele, Withers se veste com roupas e sapatos desgastados e disfarçadamente aproxima-se deles, conquistando confiança. Desta forma, consegue realizar os procedimentos ali mesmo. Em casos mais graves, o médico faz o possível para convencê-los da necessidade de ir até o hospital.
Esta forma inusitada de amenizar a dor dos sem-tetos transformou-se em um movimento global, batizado de Street Medicine Institute (Instituto Medicina de Rua). A ideia que começou a ser desenvolvida em Pittsburgo, na Pensilvânia (EUA), hoje reúne médicos voluntários em diversos locais da América, África, Ásia e Europa.
Foto: Jim Withers/Facebook

Atualmente, os médicos saem em equipe com vans equipadas com serviços móveis, como clínicas médicas ao ar livre. O instituto realiza reuniões internacionais anuais que preparam médicos e estudantes de medicina a atuarem nas ruas.
Em entrevista à Revista Galileu, Withers explicou que, quando começou, ele queria se tornar parte da comunidade, atendendo os pacientes sem muitos empecilhos.
Apesar de avaliar que quem vai às ruas aprende a respeitar as condições e realidade do outro, para ele, nem todos os profissionais estão aptos para esse tipo de trabalho. Seu próximo passo é lançar um livro em que relatará as histórias que viveu durante esse tempo.
“A essência da medicina de rua tem como regra de ouro fazer aos outros o que gostaríamos que os outros fizessem por nós. Isso obriga-nos a acreditar que os outros são dignos o suficiente para merecer nossa compaixão”, define o instituto no site.
Médicos em comunidade de Praga. Foto: Jim Withers/Facebook

O caminho para se livrar das dívidas

Diario de Pernambuco

Temos recebido, infelizmente, o contato de várias pessoas em situação financeira desesperadora. Segundo elas mesmas “estou no fundo do poço”, “estamos com a corda no pescoço”, “não sei mais o que fazer”, “as dívidas são um bola de neve”, “não estou no vermelho, estou no preto”.
Essas pessoas chegaram até esse ponto por motivos externos e por motivos internos. Os motivos externos são a política de crédito ao consumo e a propaganda massiva de apelo ao consumo de bens e serviços supérfluos. Os motivos internos são o materialismo, o consumismo e o desejo de “ter” em curto prazo.
Se você é uma dessas pessoas, segue orientação (breve e generalista) para lhe ajudar a sair dessa “encrenca”:
1. Faça um levantamento de todas as suas dívidas (empréstimos, financiamentos, cartão de crédito, cheque especial) indicando saldo devedor, valor da prestação, taxa e prazo restante; Indique para cada dívida quem é o credor;
2. Se tiver alguma aplicação (poupança, por exemplo), resgate e amortize a dívida mais cara (ou aquela mais difícil de negociar);
3. Se tiver algum ativo que possa ser devolvido ou vendido, faça isso e use o dinheiro para quitar dívidas;
4. Verifique se consegue empréstimos com seus familiares e amigos, mesmo que pagando juros (mais baixos, claro!). Quite as dívidas mais caras com esses empréstimos;
5. Tente negociar suas dívidas com seus credores. Veja o que eles propõem;
6. Tente fazer a portabilidade de crédito para outros bancos. Veja como isso funciona clicando aqui;
7. Tente antecipar 13º, IR para amortizar as dívidas mais caras. Leia mais sobre isso no nosso blog clicando aqui;
8. Verifique as taxas de empréstimos consignados para trocar os empréstimos pessoais, quitar o saldo do cartão e o cheque especial;
9. Faça uma lista de tudo o que gasta durante o mês. Indique o que é essencial, o que é importante, o que é supérfluo e o que é desperdício. Priorize o que é essencial e importante. Verifique se é possível reduzir o que é importante. Elimine supérfluos e desperdícios. Sugiro que baixe nosso e-book gratuito. Esse e-book ensina a organizar, planejar e controlar os fluxos de caixa. É o primeiro passo antes da priorização de gastos sugeria nesse item 9;
10. Verifique se é possível aumentar a renda, fazendo algum serviço extra;
11. Toda sobra de caixa durante o mês deverá ser destinada ao pagamento das dívidas;
12. Assista ao curso “Mudança de hábitos financeiros”. É pago (uns R$340,00), mas é importante. Clique aqui para conhecer um pouco mais;
13. Assista a nossas palestras no Youtube, principalmente a “Livre-se das dívidas!”. Clique aqui para assistir.
14. Uma vez iniciado o plano de pagamento das dívidas, é preciso continuar com os bons hábitos financeiros e a boa gestão de seus fluxos de caixa. Se não for assim, você terá feito esse esforço em vão.

Novo cartão de crédito usa biometria e dispensa senha

Olhar Digital

A Apple não é a única empresa tentando convencer as pessoas a usar biometria para efetuar compras e pagamentos. A MasterCard anunciou, nesta sexta-feira, 17, a criação de um cartão de crédito que usa esse tipo de tecnologia.
A novidade foi desenvolvida em parceria com a Zwipe, que é especializada nesse tipo de produto, e deve chegar ao mercado em 2015.
O cartão vem com um pequeno leitor biométrico que substitui a senha. As informações ficam armazenadas no próprio cartão e não há transmissão de dados com a MasterCard, o que dificulta a interceptação.

Também não há a necessidade de bateria ou carregamento, porque o cartão usa a energia dos terminais para funcionar. Ele usa a certificação EMV, que é um padrão internacional usado em cartões mas ainda não está plenamente introduzido nos Estados Unidos.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Entidades pedem fim de concessão de meios de comunicação a políticos com mandato

Agência Brasil

Hoje (17) é o Dia Internacional pela Democratização da Comunicação. Além de comemorar a data, entidades promovem, ao longo da semana, uma série de atividades com o objetivo de ampliar o debate e a coleta de assinaturas em apoio ao chamado Projeto de Lei da Mídia Democrática. O projeto propõe nova regulação do sistema de comunicação do país, a partir de medidas como o estímulo à concorrência e a proibição da outorga de concessões para políticos com mandato eletivo.
“Esta tem sido uma semana importante para o debate e a luta pela democratização em pauta mais uma vez”, avalia Rosane Bertotti, coordenadora do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), que está à frente da organização das atividades da semana. Segundo o FNDC, ações como debates e atos públicos ocorrem em Alagoas, na Bahia, no Ceará, em Pernambuco, Sergipe, São Paulo, no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e Maranhão.
Também está sendo promovida a campanha "#Foracoronéisdamídia", que quer alertar sobre os impactos que a posse de concessões de meios de comunicação por políticos causam na democracia. A campanha é uma parceria entre Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação (Enecos), o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e o Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social.

Siqueira defende aproximação com o PSDB

247 – Diante das críticas de Roberto Amaral, ex-presidente do PSB, seu sucessor Carlos Siqueira sai em defesa do “apoio programático” ao PSDB de Aécio Neves. Segundo ele, a direção fora tomada já pelo então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, quando deixou o governo Dilma Rousseff ao “se afastar de sua base social e de seus ideais políticos”. Leia:

A aproximação com o PSDB está amparada por diretrizes baseadas em sugestões do PSB. Daí a decisão de apoiar a candidatura de Aécio Neves
Para que se possa compreender as razões que levaram o Partido Socialista Brasileiro a optar pelo apoio programático à candidatura de Aécio Neves é preciso partir de um elemento de realidade. Esse elemento já estava posto quando o saudoso governador Eduardo Campos decidiu protagonizar a luta pela mudança da qualidade da práxis política: as realizações do PT de Lula não são as mesmas de Dilma Rousseff.

O diagnóstico não tinha por fundamento os nomes ou as habilidades de cada um. Referia-se de forma direta ao fato apontado por vários teóricos da política, segundo o qual há um envelhecimento de ideais, inerente à permanência no poder. Esse processo de fadiga prática e teórica leva, não raro, à aristocratização de lideranças que, na origem, eram comprometidas com as causas populares. Ou seja, o PT que está no poder há 12 anos envelheceu e se afastou de sua base social e de seus ideais políticos.

Jogadores do Santa Cruz não treinaram por causa de salários atrasados

JC Online

Uma "greve" dos jogadores cancelou o treino do Santa Cruz na tarde desta quinta-feira (16), no Arruda. O motivo da paralisação teria sido o atraso de dois meses nos salários. Inicialmente, o treino foi atrasado por conta de uma reunião de última hora entre os atletas e a comissão técnica tricolor. Após 1h20 de espera, o treinamento foi cancelado.

O túnel de acesso aos vestiários foi fechado e o coordenador técnico do Santa Cruz, Sandro Barbosa, deu uma entrevista coletiva, para explicar o motivo da greve. O coordenador ressaltou que não aprova a atitude dos jogadores. "Eu sempre os defendo, mas, neste caso, eles erraram", disse Sandro.

Cenário sombrio aguarda Paulo Câmara em 2015 - Inaldo Sampaio

Ao apresentar na Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa o Relatório de Gestão Fiscal do Governo do Estado referente ao segundo quadrimestre de 2014, o secretário da Fazenda, Décio Padilha, traçou um cenário sombrio para as finanças estaduais no ano de 2015 quando Paulo Câmara (PSB) assumirá o Palácio do Campo das Princesas.
Em resumo, o secretário declarou o seguinte:
I- Pernambuco deixou de receber este ano cerca de R$ 1,1 bilhão. Esse dinheiro seria fruto de convênios ou de empréstimos bancários que dependeria do seu aval.
II- Esse dinheiro não saiu porque o Governo de Pernambuco rompeu com o Governo Federal.
III- O nível de investimentos da União em Pernambuco em 2014 caiu drasticamente em relação a 2013.
IV- Para continuar investindo em 2015, Pernambuco terá que contar com convênios com o Governo Federal ou com novos empréstimos.
V- Pernambuco está comprometendo 44,9% de sua receita com a folha de pessoal.
VI- Pernambuco terá que fazer um grande esforço para fechar suas contas de 2014.
VII- A LOA de 2015 prevê investimentos de R$ 3,8 bilhões, mas isto só será feito com novos convênios e novos empréstimos.
VIII- Enquanto o secretário traçava esse cenário sombrio na Alepe, o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), numa reunião com o governador eleito, Paulo Câmara (PSB), em Gravatá, cobrava a liberação dos recursos do FEM.
IX- O FEM é uma “quota extra” do FPM que o então governador Eduardo Campos prometeu aos prefeitos para investimento em obras.

X- Por falta de recursos, este FEM de 2014 não saiu, ainda, e provavelmente não sairá mais.

Aécio critica perda de fábrica para Pernambuco

video

ONU pede aumento drástico de ajuda contra o ebola


Agência Lusa 


O Conselho de Segurança das Nações Unidas pediu hoje (16) aumento drástico da ajuda dos Estados-Membros para enfrentar a epidemia de ebola, considerada a questão de saúde "mais grave dos últimos anos”.

Muitos países ocidentais, alguns deles agora afetados por casos de contágio em seus territórios, decidiram reforçar medidas de controle nas fronteiras.

“A progressão sem precedentes da epidemia de ebola na África Ocidental representa uma ameaça à paz e à segurança internacionais”, ressaltou o conselho, que pediu aos países-membros da Organização das Nações Unidas que aumentem a "ajuda financeira e material” aos países atingidos pelo vírus.

De acordo com o último balanço da Organização Mundial da Saúde, o ebola já causou 4.493 mortes e 8.997 casos registrados em sete países – Libéria, Serra Leoa, Guiné-Conacri, Senegal, Espanha e Estados Unidos.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Charge do Laílson


FBC nega ter pedido dinheiro a doleiro para campanha de Eduardo e diz que tentam manchar imagem de Campos

Blog do Jamildo

Foto: Toinho Melo/divulgação

Por meio de nota divulgada por sua assessoria, o senador eleito de Pernambuco Fernando Bezerra Coelho (PSB) negou ter pedido dinheiro ao doleiro Alberto Youssef para a campanha do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e disse que as alegações são uma tentativa de manchar a imagem de Campos, que faleceu em um acidente aéreo em agosto.
De acordo com a coluna de Cláudio Humberto, FBC teria sido citado na delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa à Polícia Federal na Operação Lava Jato.
Leia a nota:
A respeito de nota veiculada hoje na coluna de Cláudio Humberto, a assessoria de Fernando Bezerra Coelho esclarece:
Na campanha à reeleição de Eduardo Campos, em 2010, Fernando Bezerra Coelho não teve papel de coordenador nem de tesoureiro. Portanto, nunca tratou de doações à campanha com quem quer que seja.
Fernando Bezerra Coelho não conhece e nunca teve qualquer contato pessoal ou telefônico com o Sr. Alberto Youssef. Quanto ao então diretor da Petrobras, Sr. Paulo Roberto Costa, Fernando Bezerra Coelho manteve contatos enquanto Secretário de Desenvolvimento de Pernambuco e Presidente do Porto de Suape. Foram tratativas sempre institucionais, de interesse do Estado.
Agora, surgem declarações levianas e mentirosas, numa tentativa de manchar a memória do ex-Governador Eduardo Campos, falecido em agosto deste ano, e macular a honra e o trabalho do Senador eleito Fernando Bezerra Coelho.
A apuração dos fatos pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, com absoluta certeza, mostrará que as declarações são caluniosas e que elas têm cunho puramente político.

EX-DIRETOR DELATA EX-MINISTRO DO GOVERNO DILMA

Ex-ministro da Integração de Dilma e senador eleito, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) foi citado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, sob delação premiada. Ele relatou que em 2010 o doleiro Alberto Youssef recebeu de Bezerra, então secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, pedido de doação para a reeleição do governador Eduardo Campos. E R$ 20 milhões teriam sido doados pelo Consórcio Ipojuca Interligações (CII), contratado da Petrobras na refinaria Abreu e Lima.
Costa afirmou que, consultado por Youssef, aprovou a doação. Até o fechamento da edição, Bezerra não respondeu às ligações da coluna.
O TCU estima que o consórcio CII, das empreiteiras Iesa e Queiroz Galvão, pode ter superfaturado R$ 316,9 milhões em Abreu e Lima.
Hoje presidente do PSB, Carlos Siqueira ignora a suposta doação e diz que a campanha de Eduardo – que não custou tanto – jamais a recebeu.
A Queiroz Galvão informou por assessores que “todas as doações realizadas pela empresa seguem rigorosamente a legislação eleitoral”. 

Falta de respeito‏ - Rogério Alves

























Sr. Jaime, lhe entregamos em mãos o ofício 01/14 no mês de setembro ,onde pedimos que fosse passado as máquinas em quatro ruas do nosso bairro. Na ocasião você falou que as máquinas estavam quebradas mas, assim que fosse sanado o problema das mesmas faria o serviço. Já se passaram UM MÊS E TRÊS DIAS e nada de serviço. Haja buraco nas ruas. Esperamos as devidas providências da parte da secretaria de serviços públicos, pois não estamos pedindo favor, pagamos IPTU e merecemos respeito.

DENUNCIA MPV: FÁBRICA DE CHOPP NA VILA TORRES GALVÃO

video

Água pode acabar em novembro, diz presidente da Sabesp

Estadão
A presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Dilma Pena, afirmou na manhã desta quarta-feira (15), em depoimento na Câmara Municipal, que a água vai acabar na cidade de São Paulo "em meados de novembro" caso o regime de falta de chuvas se mantenha na região. Ela disse contar, no entanto, com a volta das chuvas após o dia 20 e com obras para a captação da segunda cota do volume morto no Sistema Cantareira para evitar o desabastecimento generalizado.
A afirmação foi feita após críticas dos vereadores Nelo Rodolfo (PT) e Ricardo Tripoli (PV) de que Dilma não fazia afirmações claras e objetivas sobre as perguntas feitas pelos vereadores, durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) aberta para investigar a falta de água.
Pena também foi criticada pela falta de transparência da empresa perante a população diante da crise. Ela argumentou que algumas peças publicitárias haviam sido barradas pela Justiça Eleitoral. "Não podíamos falar a palavra 'seca'. Só alertar para a economia. Não podíamos falar da gravidade da situação", argumentou.
"Não estamos falando de publicidade de massa, mas de comunicação avisando bairro que ficaria sem água, por qualquer motivo, para que possa se programar", disse o vereador José Police Neto (PSD).
Pena disse que os problemas têm sido informados. E atribuiu a falta de água espalhada pela cidade a dois problemas técnicos de grandes proporções no último fim de semana, na região de Americanópolis, na zona sul, e da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na região central.

NECA SEGUE MARINA EM “APOIO TOTAL” A AÉCIO

247 – Por meio de sua assessoria, uma vez que está em viagem pela Europa, a herdeira do banco Itaú, Neca Setúbal, transmitiu pelo jornal DCI, especializado em economia e negócios, que "dá apoio total no posicionamento de Marina no apoio a Aécio".
Apoiadora de primeira hora de Marina e financiadora do instituto de estudos da ex-candidata do PSB, Neca é doutora em Educação. Pela assessoria, ela transmitiu que não disputa cargos num eventual futuro governo Aécio, mas integrantes do comando do PSDB consideram seu nome qualificado para ocupar um ministério.
Há um precedente histórico entre as duas famílias. O avô de Aécio, Tancredo Neves (1910-1985), convidou o pai de Neca, Olavo Setúbal (1923-2008), então presidente do banco Itaú, para ser seu ministro das Relações Exteriores. 'Olavão', como era conhecido o banqueiro bonachão, que foi prefeito indicado de São Paulo, efetivamente exerceu o cargo durante a presidência de José Sarney.
A declaração chega três dias após coletiva em que Marina, acompanhada de Beto Albuquerque (vice na chapa), integrantes do PSB e do grupo político RedeSustentabilidade, declarou apoio ao tucano "dando um crédito de confiança à sinceridade de propósitos do candidato e de seu partido". No primeiro turno, a amizade e ligação política e financeira entre Neca e Marina foi explorada pelo PT na desconstrução da imagem da adversária.
Fontes ligadas ao PSB afirmam que Neca pode ser convidada a compor o grupo ministerial de Aécio, caso este seja eleito no próximo dia 26. Com exclusividade ao DCI, a fonte revelou que Neca não negociou cargo, e sim o PSDB, que mostrou ter interesse em tê-la como integrante de um possível governo.
Poucos dias antes do primeiro turno das eleições, a herdeira de Olavo Setubal (fundador do banco Itaú e ex-prefeito de São Paulo, morto em 2008), atacou o que chamou de "tentativa de desqualificar sua imagem para desqualificar Marina", já que a ex-candidata sofreu duros golpes por sua relação com Neca.