domingo, 30 de outubro de 2016

Santa Cruz empata com Inter e evita rebaixamento precoce na Série A

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Thiago Wagner
Blog do Torcedor

Se o Santa Cruz não estivesse praticamente rebaixado na Série A do Campeonato Brasileiro, o empate em 1×1 com o Internacional, neste sábado, no Beira Rio, poderia ser considerado bom, principalmente pela apresentação equilibrada que os corais fizeram contra os gaúchos. Mas como o Tricolor está mais perto da Série B do que ano que vem do que de uma permanência na elite nacional. Logo, o ponto conquistado em Porto Alegre pouco faz diferença na jornada dos pernambucanos, que conseguiram pelo menos evitar a queda precoce nesta rodada. Vitinho abriu o placar, enquanto Léo Moura empatou.
O empate também valeu também pela honra dos jogadores do Santa Cruz, que mesmo com tantos problemas fora de campo conseguiram fazer uma apresentação relativamente boa e tirar o time da lanterna na Série A, pelo menos de maneira temporária já que o América joga na segunda. Os mineiros, por sinal, são os próximos adversários dos corais, no domingo que vem, no Arruda.. O Inter segue na briga contra a queda e está em 16º com 38 pontos. O Colorado encara o líder Palmeiras na próxima rodada.
SANTA FAZ JOGO EQUILIBRADO

Apesar de começar a rodada na lanterna e praticamente rebaixado na Série A, o Santa Cruz não se intimidou com o Beira Rio lotado. É verdade que demorou para entrar no jogo, o que custou um gol sofrido no início da partida, mas depois que se encontrou, o fez um duelo bem equilibrado contra o Colorado. Em alguns momentos chegou até a ser melhor do que o rival no gramado, para surpresa daqueles que esperaram uma equipe coral mais abatida em campo.

Um dos motivos para a apresentação do Santa Cruz pode ser explicado pelo bom futebol do lateral-direito Vitor, que voltou ao time em grande estilo após três meses afastado por lesão. Dos pés dele saíram as principais jogadas dos corais no gramado, incluindo a assistência para o gol de Léo Moura. Nem parecia que o lateral tinha ficado tanto tempo afasatado. Uma grata surpresa para a equipe do interino Adriano Teixeira.

Auxiliado por Vitor, Léo Moura foi outro a fazer um bom jogo no Beira Rio. Além do gol, sempre apareceu como válvula de escape para cadenciar o jogo e segurar mais a bola, principalmente quando Internacional passou a pressionar mais nos minutos finais. Léo ainda ajudou na defesa quando foi para a lateral, após saída de Vitor.

No entanto, faltou maior poder ofensivo ao Santa Cruz para garantir a vitória. Os corais até tiveram relativa posse de bola, porém sem tanta presença no ataque. Nem mesmo a vantagem numérica em campo, o Colorado teve Eduardo Henrique expulso, fez o Tricolor ir mais para frente.

Como o Inter pressionou de maneira desorganizada, mais na base da vontade do que da técnica, as chances acabaram sendo poucas, principalmente no segundo tempo. E nas oportunidades criadas pelos gaúchos, Tiago Cardoso brilhou para segurar um empate justo em Porto Alegre.

FICHA DA PARTIDA – INTERNACIONAL x SANTA CRUZ

Internacional: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Fabinho, Eduardo Henrique, William, Alex (Anderson) e Eduardo Sasha (Aylon); Vitinho (Valdívia). Técnico: Celso Roth.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor (Arthur), Néris, Luan Peres e Roberto; Derley (Wellington), Jadson e João Paulo (Mazinho); Léo Moura, Keno e Grafite. Técnico: Adriano Teixeira.

Brasileirão (33ª rodada). Local: estádio Beira Rio, Porto Alegre (RS). Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO). Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES). Gols: Vitinho (I) aos 6 e Léo Moura (SC) aos 31 minutos do 1º tempo;. Amarelos: Luan Peres (SC), João Paulo (SC), Fabinho (I) e William (I). Vermelho: Eduardo Henrique (I) – dois amarelos. Público: 40.114.

Nenhum comentário :

Postar um comentário