quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Mesmo com crise, MEC quer gastar até R$ 198 mil para ministro lanchar em voos da FAB

O ministro da Educação, Mendonça Filho (Foto: RENATO COSTA /FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

Filipe Coutinho
Época

Edital de licitação diz que Mendonça Filho precisa de conforto e refeições à base de frutos do mar e salada caprese nos voos como forma de "aumentar a eficiência" das viagens a trabalho

Pressionado pelas ocupações nas escolas, fraudes no Enem e cortes orçamentários, o Ministério da Educação planeja “aumentar a eficiência” do ministro Mendonça Filho com gastos de até R$ 198 milpor ano para que ele e sua equipe possam lanchar enquanto voam nos jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB).

O MEC divulgou na semana passada um edital de licitação para fornecer serviços de alimentação, 24 horas por dia, sete dias por semana, nos voos de Mendonça Filho. Segundo o documento, é preciso aumentar o “conforto” de Mendonça Filho nos voos. “Esta contratação tem como objetivo possibilitar ao MEC viagens aéreas mais confortáveis e com recursos próprios quando da utilização em aeronaves, prover também alimentação e serviços de bordo às aeronaves que atendem ao Senhor Ministro da Educação”. O pregão será no fim do mês.

Nenhum comentário :

Postar um comentário