sábado, 10 de dezembro de 2016

Dilma pediu à Odebrecht R$ 4 milhões para Gleisi, diz revista

Blog da Folha

A delação de funcionários da Odebrecht, que teve seu acordo assinado nesta semana, já começa a atingir em cheio os principais atores políticos do País. De acordo com a Revista Isto É, o presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, afirmou que a empresa fez um repasse a senadora Gleisi Hoffmann (PT-MG) no valor de R$ 4 milhões. O pedido de transferência teria sido feito pela ex-presidenta Dilma Rousseff (PT). 

Segundo a revista, a senadora petista pediu ajuda a Dilma para pagar suas dívidas ao marqueteiro de sua campanha ao governo do Paraná em 2014, Domingos Marques Neto. A ex-presidenta teria conversado com o tesoureiro da sua campanha para Presidência da República em 2014, Edinho Silva. Este entrou em contato com executivos da Odebrecht para solicitar o valor. 

Na empreiteira, quem ajudou diretamente na transferência do recurso foi um dos responsáveis pelo setor de Operações Estruturadas, Fernando Migliaccio da Silva. O funcionário realizou o serviço a pedido do próprio Marcelo Odebrecht. 

Ainda de acordo com a Revista, Fernando Migliaccio entrou em contato com Domingos Marques Neto. Este enviou seu sócio Bruno Martins Gonçalves Ferreira para uma reunião com o chefe do gabinete de Gleise, Leones Dall’ Agnol e o próprio Domingos Marques. Foi nesse encontro que os repasses começaram a serem feitos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário