quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Após cerca de três horas, protesto contra passagens de ônibus termina na Agamenon Magalhães

Protesto contra passagem de ônibus
Foto: Flávio Japa

Folha de Pernambuco

Após cerca de três horas, o protesto contra o aumento das tarifas de ônibus na Região Metropolitana do Recife (RMR) terminou. Os manifestantes caminharam da rua do Hospício, na Boa Vista, até a Agamenon Magalhães, onde o ato foi dispersado por volta das 19h desta terça-feira (17). 

A concentração começou por volta das 16h na rua do Hospício e o grupo saiu em caminhada em direção ao Derby pela avenida Conde da Boa Vista, chegando na Agamenon Magalhães por volta das 18h20 - o trânsito chegou a ser interrompido, mas a polícia negociou a liberação da via e o ato dispersou.

O fluxo de veículos na Conde da Boa Vista, no sentido Derby, também teve retenções durante o período em que o grupo passava pelo local. Os estudantes ainda chegaram a parar a caminhada no cruzamento com a rua Gervásio Pires. Não houve confronto com a polícia. 

Segundo o estudante da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e representante da Frente de Luta pelo Transporte Público, Marcus Vinícius, a mobilização teve como ideia chamar a atenção do governador Paulo Câmara (PSB). "O princípio é ir para as ruas e cobrar do governador o que ele prometeu na campanha", disse. "Nossa intenção é fazer um protesto que desperte a consciência da população, sem necessidade de haver repressão policial ou criminalização do movimento", complementou.

Nenhum comentário :

Postar um comentário