sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Casal Collins é acusado de manter funcionários fantasmas

Os funcionários supostamente pertenciam a outros órgãos e apareciam como servidores dos gabinetes parlamentares
Reprodução/Facebook

Giselly Santos
Leia Já

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou um inquérito para investigar se o deputado estadual Cleiton Collins e sua esposa, a vereadora do Recife Michele Collins, ambos do PP, mantêm em seus gabinetes funcionários fantasmas. A determinação foi emitida pela promotora de Justiça Andrea Fernandes Nunes Padilha e publicada no Diário Oficial de Pernambuco no último dia 11. 

Segundo o MPPE, o inquérito é oriundo de denúncias sobre a existência de irregularidades na contratação de servidores por parte dos políticos. Os funcionários supostamente pertenciam a outros órgãos e apareciam como servidores dos gabinetes parlamentares. 

Na decisão, a promotora explica que a abertura do inquérito se deu por conta da ausência de informações dos acusados em resposta a “notícia fato” registrada no MPPE. E pede que se providencie a autuação do casal de políticos, reiterando ofícios expedidos em 12 de dezembro de 2016 “ainda sem resposta... no sentido de que esclareçam a denúncia descrita”. 

Além disso, a promotora solicita que o MPPE esclareça “se os argumentos expostos no parecer técnico nº 001/2016 são procedentes ou contêm lacunas, expondo ao final se a escolha da empresa contratada era, de fato, a melhor opção para a Prefeitura do Recife sob o ponto de vista técnico conforme as razões apontadas no documento”. 

Procurado pelo LeiaJá, o deputado Cleiton Collins disse que estava entrando em uma audiência pública e pediu para que ligasse depois. Já a assessoria da vereadora Michele Collins não foi localizada.

Nenhum comentário :

Postar um comentário