domingo, 5 de fevereiro de 2017

Nas redes sociais, pernambucanos cobram ações de combate à violência

Governador Paulo Câmara tem sido cobrado por ações de combate à violência
Divulgação

JC Online

A violência tem crescido em todo o País e não é diferente em Pernambuco com casos de assalto a ônibus e de explosão de agências bancárias e o aumento do número de homicídios. Assustada, a população tem direcionado cobranças ao governador Paulo Câmara (PSB) e as redes sociais do socialista e do governo estadual se transformaram em um depósito de críticas devido ao aumento da violência no Estado.

Na última sexta-feira, a página oficial do governo estadual no Facebook publicou um texto para alertar sobre o combate à violência contra a mulher. A publicação foi a deixa para cobranças. A internauta Kylda Pereira escreveu que estava irritada com a falta de segurança no território pernambucano e citou a explosão de um posto bancário em Porto de Galinhas.

"E o pior: não tem pronunciamento do governador, uma atitude que convença. Agora, fomos vergonhosamente atacados em um local turístico. Até quando?", questionou.

O internauta Marcelo Fernandez fez mais cobranças. "Seu dever é garantir segurança para todos", disse.

Nos dois casos, os responsáveis pela página do governo estadual deram retorno aos internautas. A Kyilda Pereira, a assessoria do governador informou que "as polícias Civil e militar estão, neste momento, em diligência na investigação de indícios que possam levar à quadrilha responsável pela ação contra as agências bancárias em Porto de Galinhas".

Para Marcelo Fernandez, a resposta foi recheada de números com as ações do governo estadual: "a violência tem aumentado no País inteiro e em Pernambuco não foi diferente. Por ter essa consciência, não estamos acomodados e, neste ano que se iniciou, teremos a Segurança como um dos pilares da nossa ação. Em 2016, entregamos 892 viaturas à Polícia Militar. Além disso, o efetivo policial está sendo reforçado por meio de concurso público - 1,5 mil vagas para soldados da Polícia Militar e outras 1 mil vagas para Polícia Civil e Científica". 

Ainda na página do governo estadual, o internauta Luiz Henrique afirmou que "quando não se investe em segurança também se incentiva a violência".

Na página do governador Paulo Câmara no Facebook, a ação mais recente, até a publicação deste texto, foi a mudança da foto de capa. A assessoria do socialista colocou uma foto dele junto a estudantes da rede pública estadual na abertura do ano letivo.

Na foto, é possível ver comentários elogiosos ao governador, como o de Lane Unica, que escreveu: "A humildade faz a diferença sempre. Lindo de se ver". Ianira Ribeiro postou: "A foto revela compromisso com o povo pernambucano".

Mas também há cobranças na área de Segurança Pública.

"Ao invés de trocar a foto de capa, ele deveria tomar uma atitude sobre a insegurança, violência e saúde", escreveu a internauta Lucimere Silva.

Já Matheus Nunes foi mais enfático na crítica. "Quero ver você dar jeito nessa bandidagem", postou.

O internauta Fernando Lins perguntou: "cadê a segurança no estado de Pernambuco, governador?". 

Em outra publicação, o questionamento coube ao internauta Victor Andrade. "Governador, sabemos que a violência está aumentando não só em nosso Estado, mas qual será a iniciativa que vossa senhoria irá tomar para que possa ao menos amenizar e transmitir um pouco mais de segurança aos cidadão? Agradeço a resposta".

O responsável por gerenciar a página respondeu: 'Victor, acreditamos que é o diáologo o melhor caminho para que, juntos, possamos avançar com Pernambuco". 

Nenhum comentário :

Postar um comentário