quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

"Polo Gospel" gera reação na Assembleia Legislativa

Blog da Folha

A iniciativa da Prefeitura de Olinda de incluir um "Polo Gospel" na programação do Carnaval 2017 gerou reação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na tarde desta quarta-feira (8). As críticas vieram um dia após o prefeito Professor Lupércio (SD) divulgar a estrutura dos festejos de Momo.

“As igrejas evangélicas fazem um trabalho muito forte para libertar as pessoas das drogas e da prostituição, fatores que são comumente encontrados nas festas de Carnaval. A criação de um Polo Gospel vai de encontro com o que os evangélicos acreditam. É um desperdício de dinheiro público o investimento voltado para quem não costuma brincar Carnaval”, disparou o deputado Adalto Santos (PSB). 

Além de Santos, outros parlamentares apoiaram o debate, considerando a iniciativa do prefeito como algo incoerente. O Polo Gospel é uma novidade no Carnaval de Olinda e ficará instalado na Avenida Presidente Kennedy. O curioso é que o próprio prefeito da cidade é evangélico e frequenta a Assembleia de Deus.

Nenhum comentário :

Postar um comentário