segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

PTB oficializa nome de Célia em Ipojuca

Senador Armando Monteiro (PTB) participou do ato e fez críticas ao governo de Paulo Câmara
Foto: Divulgação

Jc Online

Os primeiros passos para a campanha para a Prefeitura de Ipojuca começaram nesse domingo (5), com a convenção de Célia Sales (PTB), esposa do candidato impugnado Romero Sales (PTB), que foi impedido de assumir o cargo por enquadramento na Lei da Ficha Limpa. O ato, realizado na Faculdade José Lacerda Filho, no Centro da cidade, contou com a presença não apenas de aliados da coligação, mas também de correligionários de Carlos Santana (PSDB), ex-prefeito que deve confirmar hoje, em convenção, o seu nome como candidato. O deputado federal tucano Betinho Gomes esteve no ato da petebista.

No lado do PTB, algumas mudanças foram feitas. A coligação A Mudança Começa Agora pretendia manter o nome do vice de Romero, Leno (PTN), mas ontem foi confirmado o nome de Patrícia de Leno (PTN), filha do ex-candidato a vice. Outra alteração de outubro para cá foi a ampliação da base aliada, que passou de 15 para 18 partidos. Entre eles, o PRB, do candidato Gaúcho, que desistiu da campanha antes do pleito de outubro.

A presença de Betinho Gomes foi citada pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB). “Betinho, que tem compromisso com as melhores causas, veio dizer a Ipojuca que vai também trabalhar junto de Célia pelo desenvolvimento dessa terra”, disse. O deputado afirmou que esteve no local por decisão pessoal e que comunicou a nomes do partido como o deputado Daniel Coelho e o ministro das Cidades, Bruno Araújo, sobre sua decisão de apoio. “É um apoio no campo pessoal”, disse Betinho.

Betinho e o pai, Elias Gomes (PSDB), ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, estiveram reunidos com Romero na semana passada. No entanto, Elias ainda não fechou o apoio a Célia. O principal entrave seria o apoio que o petebista tem de Lula Cabral (PSB), prefeito do Cabo de Santo Agostinho, adversário político dos Gomes. 

Na sua fala na convenção, Célia Sales prometeu transformar Ipojuca em uma cidade modelo. “Eu tenho pressa de transformar essa cidade em uma cidade modelo. Eu serei a melhor prefeita que Ipojuca já teve”, disse.

No PSDB, nenhum representante do partido foi encontrado. Até a semana passada, não havia confirmação sobre o nome de Carlos Santana novamente na disputa. Havia a possibilidade de a deputada estadual Simone Santana (PSDB), esposa de Carlos, ser a postulante. Informações de bastidores indicam que o nome do ex-prefeito será confirmado. Ipojuca é governada, desde o início do ano, pelo vereador Ricardo Souza (PTC), aliado de Santana e escolhido como presidente da Câmara de Vereadores.
DE OLHO EM 2018

Possível candidato a governador em 2018, Armando Monteiro Neto aproveitou a convenção para fazer críticas à gestão de Paulo Câmara (PSB). Os dois foram adversários em 2014. “Pernambuco tem governador, mas não tem governo. Se o governo hoje não pode prover um mínimo de segurança para o seu povo, significa que não temos governo. Estamos assistindo a cada dia um quadro que revela absoluta de falta de controle da situação”, disse Armando. Na última sexta-feira, duas agências bancárias foram explodidas por bandidos em Porto de Galinhas, distrito de Ipojuca e um dos principais cartões-postais do Estado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário