terça-feira, 14 de março de 2017

Procon irá julgar bancos que não assinaram o TAC

Agência do Banco do Brasil de Porto de Galinhas
Foto: Arthur Mota

Folha de Pernambuco

Encerrou, na última sexta-feira (10), o prazo dado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e do Procon-PE, para que os bancos do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Santander e Itaú que foram alvos de ações criminosas assinassem o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que são levantados pontos de segurança e de cumprimento dos direitos dos consumidores.

A partir de agora, com a negativa dos bancos em assinar o TAC, o Procon-PE dará continuidade ao process, julgando cada banco individualmente. As instituições financeiras poderão ser multadas em até R$ 7,5 milhões cada.

Entre os pontos propostos pelo TAC, estão: submissão do plano de segurança adotado à Polícia Federal; efetivação das medidas de segurança voltadas à total inutilização de cédulas; devolução e suspensão das cobranças bancárias dos consumidores que estão com suas agências fechadas e restabelecimento do funcionamento efetivo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário