sexta-feira, 3 de março de 2017

Uma mulher foi agredida, a cada três minutos, durante Carnaval carioca

Folha de Pernambuco

A Polícia Militar do Rio divulgou ontem que, ao menos uma mulher foi agredida a cada três minutos, na capital fluminense, durante o Carnaval. Um dos casos que teve maior repercussão nas redes sociais foi da carioca Elisabeth Henschel, 23. Ela estava em um bar na Lapa, no Rio, na madrugada de segunda-feira quando foi apalpada por um homem. Ao procurá-lo para tirar satisfações, levou dois socos no rosto.

Ela é uma das 2.154 pessoas que procuraram a PM durante o Carnaval devido a casos de violência contra a mulher. Elisabeth, que disse ter saído fantasiada de diaba usando um maiô em que se lia 'feminist' justamente para fazer alusão "aos xingamentos feitos às feministas", precisou receber três pontos no nariz e relatou o caso em seu Facebook.

Nenhum comentário :

Postar um comentário