domingo, 18 de junho de 2017

Cabo Alberisson aciona advogados para tratar exclusão da PM

Folha-PE

O presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS), o cabo Alberisson Carlos, disse que ainda não foi notificado sobre a exclusão dele e do vice-presidente, Nadelson Leite Costa, da Polícia Militar de Pernambuco, mas que o setor jurídico da entidade já está tomando providências. Em áudio compartilhado no Whatsapp, o presidente comentou que recebeu a notícia pelas redes sociais e pediu o apoio da categoria.

Logo em seguida, Alberisson divulgou a portaria que ratifica a decisão da comissão disciplinar da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS). Confira a imagem ao lado. "Esta é a intenção realmente de um governo arbitrário, de um secretário que não respeita uma tropa sensacional como nós somos. Não é isso que vai fazer que a gente desista da luta, e nós vamos lutar até o fim buscando para nós, policiais militares e bombeiros, melhoras e, acima de tudo, uma valorização profissional", comentou.

A Corregedoria Geral da SDS concluiu os Processos Administrativos Disciplinares (PADs) abertos contra os cabos e as portarias de exclusão foram assinadas nesta sexta-feira (16) pelo secretário de Defesa Social, Angelo Gioia. A decisão será publicada neste final de semana no Boletim Geral da secretaria, conforme noticiou o Blog da Folha.

De acordo com a Corregedoria, os líderes da ACS infringiram normas previstas no Código Penal Militar na condução da Operação Padrão da PM, iniciada em dezembro de 2016, contrariando a proibição de greve por parte das forças de segurança (decisão ratificada pelo Supremo Tribunal Federal).

Na ocasião, além de estimularem a paralisação, desrespeitaram as autoridades de segurança do Estado. Também foi demitido da PM o sargento Glaudstony Wanderley Galvão, outro líder do movimento paredista.

Nenhum comentário :

Postar um comentário