segunda-feira, 2 de agosto de 2021

Relatora acredita que "distritão" poderá ser votado na semana que vem em comissão especial


O novo sistema seria adotado na eleição de deputados federais e estaduais em 2022

A relatora da Proposta de Emenda à Constituição 125/11, que traz mudanças no sistema eleitoral, deputada Renata Abreu (Pode-SP), disse nesta segunda-feira (2) que o texto poderá ser votado na próxima semana na comissão especial.

Em entrevista à Rádio Câmara, Renata Abreu rebateu as críticas relacionadas à adoção do “distritão” para as eleições de deputados em 2022. Hoje, o sistema é proporcional. Para eleger um deputado, um partido precisa de uma quantidade determinada de votos. Para isso, todos os votos dados para deputados do mesmo partido contam. Então, se um candidato tem 1 milhão de votos, mas precisa de apenas 200 mil para se eleger, ele "puxa" colegas do mesmo partido ou coligação.

O parecer de Renata Abreu, apresentado no mês passado, prevê a adoção do sistema eleitoral majoritário na escolha dos cargos de deputados federais e estaduais em 2022. É o chamado “distritão puro”, no qual são eleitos os mais votados, sem levar em conta os votos dados aos partidos, como acontece no atual sistema proporcional.

Para os defensores do sistema atual, apesar de ser complicado para o eleitor entender; ele tem a vantagem de fortalecer os partidos e de favorecer a eleição de minorias. Renata Abreu afirma, porém, que é injusto um candidato ter mais votos que outro e não ser eleito.

“A diferença para o ‘distritão’ é que a celebridade vai favorecer só ela. Com relação ao enfraquecimento de partidos, eu também discordo. Porque hoje como que um candidato escolhe um partido? Conveniência de chapa. Qual é a melhor chapa para eu me eleger? No ‘distritão’, como a chapa é indiferente, ele vai escolher por afinidade.”

Sistema misto
Segundo a relatora, o “distritão” valeria apenas em 2022 pela falta de tempo para dividir os estados em distritos menores com zonas eleitorais correspondentes. Já em 2024, a ideia é fazer um sistema misto, em que cada estado seria dividido em distritos.

O eleitor votaria duas vezes, uma para o candidato do distrito e outra para os candidatos das listas partidárias, como acontece hoje.

Mulheres e datas
Outra mudança sugerida pela relatora é que os votos dados a mulheres valerão em dobro na hora de os partidos dividirem o Fundo Partidário; o que deve estimular candidaturas femininas. Renata Abreu ressalta que hoje 900 câmaras municipais não têm nenhuma vereadora.

O texto também muda a data da posse do presidente de 1º de janeiro para o dia 5. E o dos governadores e prefeitos, para o dia 6.

Texto original da PEC, do deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), só adiava as eleições que coincidiam com feriados, mas Renata Abreu ampliou os temas abordados.

Tramitação
Depois de votada na comissão especial, a proposta ainda precisa passar por dois turnos de votação nos plenários da Câmara e do Senado. A aprovação depende de, no mínimo, 308 votos de deputados e 49 senadores em cada uma das votações em Plenário.



Fonte: Agência Câmara de Notícias

Geração de resíduos domiciliares e urbanos cresce na pandemia


Agência Brasil

A geração de resíduos domiciliares e de limpeza urbana tiveram aumento médio de 10% no país em no ano passado, segundo levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

Segundo a análise dos sistemas de coleta em diversos municípios, a quarentena contra a pandemia de covid-19, que fez com que mais pessoas trabalhassem em casa, concentrou a geração de resíduos fora das áreas comerciais e industriais.

“As medidas de isolamento social e a adesão ao home office, adotado por boa parte das empresas, influenciaram diretamente na geração de resíduos domiciliares, que antes eram gerados nos grandes centros e áreas corporativas, elevando a demanda pelos serviços de limpeza urbana nas cidades”, explica o diretor-presidente da Abrelpe, Carlos Silva Filho.

O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, divulgado pela entidade no final do ano passado, mostra que, em 2019, a média per capita no país era de 379,1 quilos de resíduos sólidos gerados por ano. Em 2010, cada pessoa produzia em média 348,3 quilos de resíduos por ano.

Recicláveis

As mudanças de hábito durante a pandemia também mudaram o perfil dos resíduos urbanos, com um aumento médio de 25% na quantidade de materiais recicláveis coletados. De acordo com a Abrelpe, isso está ligado ao aumento das compras pela internet, que necessitam de mais embalagens para o envio dos produtos.

Segundo a associação, o crescimento do uso desses materiais não foi, entretanto, acompanhado de um aumento da reciclagem. “A reciclagem propriamente dita não cresceu na mesma proporção, já que boa parte do volume coletado foi encaminhada para unidades de disposição final devido ao fechamento ou à diminuição da atuação nas unidades de triagem em diversas cidades durante boa parte do ano passado”, destaca Silva Filho ao comentar como o trabalho das unidades de reciclagem também foi impactado pela pandemia.

MPs de todo o Brasil iniciam campanha de conscientização de vítimas de violência


Iniciativa é promovida pelo CNPG/GNCCRIM e visa esclarecer sobre direitos

O Grupo Nacional de Coordenadores de Centro de Apoio Criminal (GNCCRIM), órgão vinculado ao Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG), lança a campanha “Justiça Começa Pela Vítima”. A iniciativa tem o objetivo de conscientizar pessoas que sofreram algum tipo de violência, sobre os seus direitos e a quais órgãos elas devem recorrer.

Por meio de uma linguagem simples e inclusiva, materiais vinculados em redes sociais explicarão, por exemplo, a diferença entre o Ministério Público, o Poder Judiciário e a Polícia Judiciária, além de elencar e definir seis direitos das vítimas (ressarcimento, direito à informação, direito ao tratamento digno, direito ao apoio jurídico, direito de ser ouvida, direito aos serviços de apoio).

“A campanha está em sintonia com o justo clamor público para sobrelevação dos interesses e direitos das vítimas diretas e indiretas do crime, que precisam ser acolhidas, ouvidas e amparadas em todos os aspectos pelo sistema de Justiça. E que assim o seja precipuamente por iniciativas do Ministério Público, autor da Ação Penal Pública e a quem incumbe a defesa dos direitos sociais e individuais indisponíveis, por expressa outorga Constitucional”, destacou a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Criminais (CAO Criminal), promotora de Justiça Ângela Cruz.

As peças veiculadas nas redes foram produzidas pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) e aprovadas para adoção em âmbito nacional pelo CNPG. A campanha será feita pelo Ministério Público em todas as unidades da federação.

A presidente do CNPG e procuradora-geral do Amapá, Ivana Cei, explica que a iniciativa coloca o tema em destaque e estimula a discussão em todo o país. “É necessário reforçar a comunicação e levar informações que orientem com clareza as vítimas que, em muitos casos, não sabem por onde iniciar a busca por justiça. Com a nacionalização da campanha, chegaremos a muitos lugares, conscientizando e orientando a comunidade de um modo geral, especialmente, as pessoas que buscam seus direitos”, reforça.

Fabiana Costa, procuradora-geral de Justiça do DF e atual presidente do GNCCRIM, recorda que um dos objetivos de atuação do GNCCRIM é promover maior efetividade no combate à criminalidade. “Essa campanha tem uma função muito importante porque coloca a vítima em situação de protagonismo dentro do sistema de Justiça criminal. Com o apoio do CNPG, levaremos essa campanha a todos estados com o intuito de promover conhecimento necessário à concretização de direitos e à promoção da Justiça”, destaca.

Retrato - Em 2020, segundo o 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foram registradas 29,1 mil tentativas de homicídios no país e 532.363 casos de lesão corporal dolosa. Além disso, segundo a mesma pesquisa, no ano passado foram contabilizados 519.568 roubos a transeuntes, 32.268 roubos a residências e 46.588 roubos a estabelecimentos comerciais.

certificado de vacinação contra covid-19 é emitido online


Agência Brasil

Para quem já completou a vacinação contra covid-19, seja com imunizante de uma ou de duas doses, é possível obter um Certificado Nacional de Vacinação específico para a doença, emitido pelo Ministério da Saúde de forma eletrônica, por meio do site e do aplicativo do sistema Conecte SUS.

O documento serve como comprovação legal de conclusão do esquema vacinal e pode ser útil, por exemplo, para viajantes que planejam ir a países que permitem a entrada de brasileiros mediante a apresentação de comprovante de vacinação.

O certificado, contudo, não tem validade internacional, ficando a critério de cada país decidir sobre sua aceitação. O mais recomendado é que quem pretende viajar para fora do Brasil consulte as informações mais atualizadas junto à embaixada do país que pretende visitar.

A Suíça e a França, por exemplo, foram uns dos poucos países que anunciaram, recentemente, a abertura das fronteiras para brasileiros vacinados. Outros países da Europa possuem diferentes tipos de restrições. Os Estados Unidos, por sua vez, já anunciaram que não devem exigir imunização contra covid-19 para entrada, embora mantenham restrições a brasileiros com base em outros critérios sanitários.

A Aliança Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS), pediu, no início de julho, que todos os países em processo de abertura aceitem viajantes que forem imunizados com uma das seis vacinas aprovadas pela entidade. São elas: Janssen, da Johnson & Johnson; Covishield, da AstraZeneca; Coronavac, da Sinovac; e as vacinas da Moderna e da Sinopharm.

Atualmente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emite um Certificado Internacional de Vacinação (CIVP) para viajantes, mas que abrange somente a febre amarela, doença para a qual já há acordos internacionais que regulamentam a certificação. O órgão alerta que “no momento, não há determinação da OMS e do Ministério da Saúde para emissão de CIVP da vacina de covid-19.
Conecte SUS

Para emitir o Certificado Nacional de Vacinação, é necessário acessar o site ou o aplicativo Conecte SUS

Para ter acesso ao Conecte SUS, é necessário ter um login na plataforma Gov.br, portal de serviços digitais do governo federal. Quem ainda não se cadastrou pode fazer na hora, seja acessando o site ou o aplicativo.

Uma vez feito o login, ao clicar no ícone Cidadão, a pessoa terá acesso a uma série de serviços, incluindo o histórico de utilização do SUS. Na opção do menu Vacinas, deve constar as doses contra covid-19 que foram tomadas.

Para emitir o CNV, deve-se marcar a opção Certificado de Vacinação. O sistema fornecerá então um código de 16 dígitos e um QR Code para validação do documento, que poderá ser baixado em formato PDF em três línguas: português, inglês e espanhol.

No aplicativo Conecte SUS, o procedimento é similar. Uma vez instalado no celular e feito o login por meio do cadastro na plataforma Gov.br, o usuário deve clicar na opção Vacinas, que estará na página inicial. Deve-se então selecionar a vacina contra covid-19 e selecionar a opção Certificado de Vacinação.

O aplicativo dá também a opção de baixar uma versão em PDF do comprovante.

As inscrições para o Sisu começarão na próxima terça-feira (03)


O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) referente ao segundo semestre de 2021 terá as inscrições abertas na próxima terça-feira (03). Os candidatos interessados terão até o dia 06 de agosto para realizarem a inscrição no portal do Sisu.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC), no qual as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas aos candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Poderá participar do Sisu o estudante que tenha realizado o último Enem e obtido nota na redação maior que zero e que não tenha participado na condição de treineiro.

As inscrições para o Sisu devem ser efetuadas exclusivamente pela internet, por meio do endereço eletrônico: http://sisu.mec.gov.br. No momento da inscrição, o candidato poderá escolher até duas opções de curso. Será possível alterar as opções durante o período das inscrições. Os candidatos serão selecionados de acordo com a nota do Enem, dentro do número de vagas em cada curso, por modalidade e concorrência.

Confira as etapas e as datas já definidas no calendário do Sisu 2021/2:
Período de inscrições: 03 a 06 de agosto;
Atualização da note de corte: 04 a 06 de agosto;
Resultado: 10 de agosto;
Matrículas: 11 a 16 de agosto;
Manifestação da lista de espera: 10 a 16 de agosto;
Resultado da lista de espera: 18 de agosto; e
Convocação da lista de espera: 19 de agosto.

Saiba mais sobre o Sisu.

domingo, 1 de agosto de 2021

Bronze olímpico nos 50 m livre coroa regularidade de Bruno Fratus


Agência Brasil

A medalha de bronze conquistada no último sábado (31) por Bruno Fratus na final dos 50 metros (m) livres da Olimpíada de Tóquio (Japão) coroou aquele que é um dos atletas mais regulares da natação mundial. Foi a 91ª vez que o fluminense de 32 anos nadou na marca dos 21 segundos. Segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), ele é o atleta que mais atingiu o tempo na história da prova.

Na final, Fratus cravou 21s57, ficando somente dois centésimos atrás do francês Florent Manandou, que levou a prata. O ouro foi conquistado pelo norte-americano Caeleb Dressel, com 21s07, quebrando o recorde olímpico da prova, que pertencia ao brasileiro César Cielo (21s30). Ouro nos Jogos de Pequim (China), em 2008, Cielo segue como recordista mundial, com os 20s91 atingidos no Campeonato Brasileiro de 2009.

Fratus já era candidato a medalha na prova cinco anos atrás, nos Jogos do Rio de Janeiro, após o bronze conquistado no Mundial de 2015, em Kazan (Rússia), mas ficou em sexto lugar. Nos dois Mundiais seguintes, conquistou a prata. Em 2019, conquistou o ouro dos 50 m livres nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru). Resultados que consolidaram o brasileiro no cenário da disputa mais veloz da natação.

"Antes da prova, a Mi [Michelle Lenhardt, esposa e treinadora] disse para eu me permitir ser feliz. Vocês [jornalistas] sabem que tenho uma cobrança muito grande em cima de mim. Às vezes, meu trabalho psicológico é botar o pé no freio. Hoje [sábado] eu consegui não me cobrar tanto. Foi incrível", disse o nadador, que, após receber a medalha, quebrou o protocolo e correu até a esposa para beijá-la.
Bruno Fratus. Jogos Olímpicos, Tóquio - Satiro Sodré/SSPress/CBDA

"Isso mostra o quanto você não faz a parada sozinho. Publicamente, queria agradecer dois caras. Um é o César [Cielo], que mostrou que era possível. No começo da carreira, se eu não tivesse a oportunidade de treinar e competir tantas vezes com o que eu acho ser o maior velocista da história, não teria chegado aqui. E agradecer ao Fernando Scheffer [bronze nos 200 m livre em Tóquio], que mostrou essa semana que era possível. Várias vezes, quando estava ansioso eu pensava: o Scheffão fez e você pode fazer também", completou.

A medalha de Fratus foi a 15ª da natação brasileira na história olímpica (uma de ouro, três de prata e 11 de bronze). Com dois pódios em Tóquio, o Brasil melhorou o desempenho em relação aos Jogos do Rio de Janeiro, quando passou em branco nas piscinas.

Rebeca Andrade conquista ouro para o Brasil na ginástica artística


Agência Brasil

A ginasta Rebeca Andrade conquistou neste domingo (1º) a primeira medalha de ouro na ginástica artística para o Brasil, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela venceu no salto e alcançou o lugar mais alto no pódio.

É a segunda medalha de Rebeca Andrade nos Jogos de Tóquio. Ela já havia conquistado a prata no individual geral.

A paulista Rebeca Andrade, de 22 anos, com essas duas conquistas, é a primeira brasileira na ginástica artística a conquistar o ouro e a prata em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos.

Brasil bate a marca de 100 milhões de pessoas vacinadas


Agência Brasil

O Brasil chegou a 100 milhões de pessoas imunizadas ao menos com a primeira dose da vacina contra a covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 62% da população já recebeu ao menos uma dose. “Estamos cada vez mais próximos de chegar na nossa meta: até setembro, 100% dos adultos estarão vacinados com a primeira dose. E, até o final do ano, todos estarão imunizados”, afirmou o ministério, em nota à imprensa.

Ao mesmo tempo, o governo tem alertado a população sobre a importância da segunda dose. O ministério lançou no início de julho uma campanha para incentivar as pessoas que já tomaram a primeira dose a procurarem os postos de saúde para completar o esquema vacinal.

Nas redes sociais, o ministério ressalta a importância de se vacinar: “Quando chegar a sua vez, vacine já!!”

O chefe da pasta, ministro Marcelo Queiroga defendeu que governo federal, estados e municípios devem reforçar a comunicação para estimular a procura das pessoas que já tomaram a primeira dose para que completem o ciclo dentro do prazo previsto. Em evento em Presidente Prudente (SP), no início da tarde de hoje (31), Queiroga destacou o avanço da vacinação contra covid-19 no país, e afirmou sua expectativa de cumprir a meta de vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos até setembro.

Autorização de viagem para menores de 16 anos poderá ser feita online


Agência Brasil

A partir de segunda-feira (2), os pais poderão emitir pela internet uma autorização para que seus filhos menores de 16 anos possam viajar sozinhos em voos nacionais.

O novo procedimento foi regulamentado neste ano pela Corregedoria Nacional de Justiça e implementado pelo Colégio Notarial do Brasil, que congrega mais de 9 mil cartórios espalhados pelo país.

Até agora, para que um menor de 16 anos pudesse viajar desacompanhado era necessário preencher um formulário em papel, que deveria ser assinado e ter firma reconhecida em cartório, para depois poder ser apresentado às empresas de transportes.

Agora, a Autorização Eletrônica de Viagem (AEV) permite realizar o procedimento inteiramente online, por meio da plataforma e-Notariado, que dispensa o comparecimento ao cartório para diversos serviços.

Na plataforma, os pais poderão realizar uma videoconferência com o notário, que após confirmar a autorização para a viagem, por prazo ou por trecho apontado. Um QR Code para verificação será então emitido e poderá ser apresentado nos guichês das companhias aéreas pelo celular ou impresso em papel.

Por essa via, a autorização poderá ser cancelada a qualquer momento pelos pais ou responsáveis, e o QR Code deixa de funcionar.

Nesse primeiro momento, a opção pela Autorização Eletrônica de Viagem (AEV) é disponibilizada apenas para as viagens aéreas nacionais. A previsão, contudo, é que a facilidade seja ampliada para voos internacionais e meios rodoviários e hidroviários, embora ainda não haja prazo para a expansão.

Desde 2011 a autorização de viagem para menores pode ser feita extrajudicialmente, diretamente nos cartórios, após uma regulamentação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Nos casos mais complexos, com conflito entre os pais, por exemplo, pode ser necessário uma decisão judicial para permitir o embarque.

Paulista vacina 3.217 pessoas no primeiro dia de imunização do público a partir de 32 anos


Com a supervisão do secretário Charles Roger e da equipe da secretaria de Saúde, o município bateu o recorde de maior número de vacinados contra a Covid-19 em 24h, com a aplicação das doses em 3.217 pessoas

A cidade do Paulista iniciou a imunização contra a Covid-19 do público geral a partir de 32 anos neste sábado (31). No primeiro dia de vacinação do novo grupo, o município bateu o recorde de maior número de vacinados em 24h, com 3.217 pessoas recebendo a aplicação. Foram disponibilizados 15 polos, com funcionamento das 9h00 às 17h00.

A equipe da secretaria de Saúde, liderada pelo secretário Charles Roger, visitou os 15 pontos de imunização e acompanhou de perto o trabalho dos profissionais da saúde. A comitiva também contou com a presença do secretário de Imprensa, Jota Júnior, do secretário de Desenvolvimento Urbano, Tecnologia e Meio Ambiente, Cláudio Nunes, e da vereadora Marcelly do Aquarela. Em todos os locais, a vacinação ocorreu tranquilamente, sem filas.

Trabalhando para avançar na imunização, a Prefeitura de Paulista, por meio da Secretaria de Saúde, vem otimizando o andamento do Programa e ampliando para 15 o número de polos em todos os sábados.

Para receber a aplicação, o agendamento deve ser realizado através do site www.agendamentovacinapaulista.com.br ou no aplicativo Cidadão Digital, disponível para download em plataformas Android na página inicial do endereço.

No dia e hora marcados, é necessário apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Além do público geral a partir de 32 anos, podem ser vacinados os seguintes grupos: pessoas com comorbidades (a partir dos 18 anos); gestantes (a partir dos 18 anos); puérperas com até 45 dias (a partir dos 18 anos); caminhoneiros; profissionais da saúde; profissionais da educação; profissionais de educação física; trabalhadores industriais; trabalhadores da limpeza urbana e resíduos sólidos; aquaviários; forças armadas; forças de salvamento; seguranças; trabalhadores dos correios e bancários.

Quem estiver no grupo de comorbidades deve levar o laudo médico e o registro do CID no dia e hora marcados. Os profissionais que serão vacinados em razão da atividade profissional que exercem deverão comprovar vínculo empregatício. Além disso, precisam atuar no município do Paulista.

sábado, 31 de julho de 2021

Prefeitura do Paudalho institui dois novos decretos referentes à coleta seletiva no município


A Prefeitura do Paudalho realizou nesta quinta (29), mais uma medida que reforça o seu compromisso com a preservação do meio ambiente da cidade. O Governo Municipal instituiu o Decreto Nº 208/2021, que instaura o processo de coleta seletiva nos órgãos da administração pública, e o Decreto Nº 209/2021, documento que determina que todos os comércios e repartições similares regulamentados no município deverão separar resíduos recicláveis e descartá-los de forma consciente.

As normas visam colaborar com uma cidade mais sustentável e contribuir com a geração de renda para as famílias dos trabalhadores da Cooperativa dos Catadores de Materiais Reciclados de Paudalho (COOPCAPA). De acordo com os decretos, os materiais deverão ser separados em dois segmentos: secos e úmidos. O grupo dos resíduos secos é composto por materiais recicláveis, como papel, plástico, alumínio, vidro, entre outros. Já o segmento úmido são os materiais orgânicos, por exemplo, restos de comida e sementes.
Prefeito do Paudalho, Marcelo Gouveia, assina decreto que reforça o descarte ambientalmente correto de resíduos sólidos no município. Foto: Divulgação/PMP.

Os órgãos e entidades da administração pública municipal terão o prazo de 30 dias para implementar as mudanças, já os comerciantes deverão adotar as regras em até 60 dias. A Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Qualificação Profissional (SEDEMAQ), pasta responsável pelas pautas relacionadas à sustentabilidade, prestará apoio aos órgãos e repartições para o cumprimento das novas medidas.


Em virada histórica, Stefani e Pigossi ganham bronze inédito no tênis

 

Agência Brasil

As tenistas Luisa Stefani e Laura Pigossi fizeram história na Olimpíada de Tóquio (Japão). Neste sábado (31), as paulistas conquistaram a medalha de bronze das duplas femininas ao derrotarem Elena Vesnina e Veronika Kudermetova, do Comitê Olímpico Russo, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 11.

É a primeira vez que o Brasil será representado no pódio olímpico do tênis. Nos Jogos de Atlanta (Estados Unidos), em 1996, Fernando Meligeni chegou à disputa do bronze, mas ficou na quarta posição. A medalha será entregue neste domingo (1º), após a decisão do ouro entre as tchecas Barbora Krejcíkova e Katerina Siniakova e as suíças Viktorija Golubic e Belinda Bencic, as algozes de Stefani e Pigossi na semifinal, em horário a ser definido.

As brasileiras tiveram a participação confirmada na Olimpíada faltando uma semana para o início, após várias desistências. Elas estrearam superando Gabriela Dabrowskim e Sharon Fichman, do Canadá, na primeira rodada. Em seguida, passaram pelas tchecas Karolina Pliskova e Marketa Vondrousova, de virada. Nas quartas, surpreenderam (também de virada) as favoritas Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula, dos EUA, até a queda na semifinal para Golubic e Bencic.

"Não caiu a ficha do quanto é importante para gente essa medalha. Entramos aos 45 do segundo tempo na Olimpíada e só queríamos representar o Brasil da melhor maneira. Acreditem meninas, acreditem, sempre. Sonhem e trabalhem duro cada dia que vocês podem conquistar, é o meu recado. Escutei uma frase e escrevi no meu caderno antes de vir pra cá: 'jogue pelo amor e não pelo resultado'. E foi assim, estamos muito felizes de trazer essa medalha para casa, para o tênis brasileiro", celebrou Stefani, após o jogo, em comunicado à imprensa.

A partida contra Vesnina e Kudermetova foi de superação a todo instante. Stefani e Pigossi viram as russas abrirem 4 a 1, buscaram o empate, mas cederam uma quebra de serviço e perderam o primeiro set por 6/4. Na parcial seguinte, o cenário se inverteu, com as brasileiras fazendo 2 a 0 e administrando a vantagem para fecharem o set, também em 6/4.

A medalha seria decidida no match tie-break (melhor de dez pontos, em que os tenistas se alternam no serviço a cada dois saques). As russas começaram melhor e abriram 9 a 5 no placar, com quatro chances de fechar a partida. As brasileiras não desistiram, salvaram os match points, viraram o marcador e venceram o jogo após um erro de devolução das rivais.

A conquista de Stefani e Pigossi foi celebrada em publicações de Bruno Soares e Marcelo Melo - que também integram a seleção brasileira de tênis em Tóquio - no Instagram.

Além deles, o ex-tenista Gustavo Kuerten, o Guga, ex-número um do mundo, também comemorou o feito da dupla feminina brasileira pelas redes sociais.

Covid-19: Espanha libera entrada de voos do Brasil


A Espanha liberou a entrada no país de voos partindo do Brasil, depois de interromper as conexões em fevereiro deste ano, por causa da pandemia de covid-19. O anúncio foi feito hoje (31) pela embaixada espanhola no Twitter e vale a partir do dia 3 de agosto, para familiares de cidadãos espanhóis e para quem tem visto de longa duração, incluindo estudantes.

“A partir do dia 3 de agosto serão permitidos os voos desde o #Brasil para a #Espanha para membros da família de cidadãos espanhóis e portadores de vistos de longa duração, inclusive estudantes. É estabelecida uma quarentena obrigatória para todos os passageiros”, publicou a embaixada na rede social.

No dia 22 de julho a Espanha já havia reaberto suas fronteiras, com restrições, para pessoas de 23 países, mas o Brasil tinha ficado de fora da lista.

Na quarta-feira (28), o secretário-geral do Itamaraty, Fernando Simas Magalhães, se reuniu com o embaixador da Espanha no Brasil, Fernando García Casas, para tratar do assunto, em especial a situação dos estudantes.

As exigências sanitárias para entrar na Espanha incluem um certificado que pode ser o de vacinação, de recuperado de covid-19 com mais de 11 dias ou o teste diagnóstico negativo com no máximo 48 horas. Qualquer um dos certificados deve ser traduzido para o espanhol, inglês, francês ou alemão.

Para a vacinação serão aceitos passageiros que tenham tomado as duas doses da Pfizer, AstraZeneca ou Coronavac pelo menos 14 dias antes da chegada à Espanha, sendo dispensado nesses casos os testes diagnósticos adicionais. A comprovação é feita por meio do certificado digital do Ministério da Saúde, o Conecte SUS, com tradução oficial da embaixada que pode ser requerida pela internet.

Independente da nacionalidade ou da situação de vacinação, todos os viajantes que cheguem à Espanha a partir do Brasil deverão passar por uma quarentena de dez dias, a ser feita no hotel ou domicílio escolhido pela própria pessoa.

As informações foram publicadas no Boletim Oficial do Estado espanhol hoje e tratam das restrições impostas a países com alto risco sanitário para covid-19, segundo critérios de avaliação como taxa de incidência da doença por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e percentual da população vacinada.

O Brasil, a África do Sul, Argentina, Bolívia, Colômbia e Namíbia foram incluídos na categoria de alto risco, estabelecendo a quarentena para os ocupantes de voos procedentes destes países, para que possa ser feito o acompanhamento e rastreio de possíveis casos importados da doença. Viagens de turismo à Espanha continuam proibidas.

Museu da Língua Portuguesa é reaberto com presença de autoridades


Agência Brasil

O Museu da Língua Portuguesa, instalado na histórica Estação da Luz, foi reinaugurado hoje (31) com a presença de representantes de países lusófonos, entre eles os presidentes de Cabo Verde e Portugal. O português Marcelo Rebelo de Sousa condecorou a instituição com a Ordem de Camões, a honraria foi concedida pela primeira vez. O público poderá visitar o espaço a partir deste domingo (1º).

O prédio sofreu um incêndio de grandes proporções em 21 de dezembro de 2015 e teve que ser completamente reformado. Além do conteúdo das exposições, que foi revisto e ampliado, o museu contará, a partir da reabertura, com um novo terraço, com vista para o Jardim da Luz e a torre do relógio, e instalações de reforço da segurança contra incêndio.

“Aqui viemos para dizer que uma língua é uma alma feita de milhões de almas, pela qual se ama, se sofre, se cria, se chora, se ri, se pensa, se escreve, se fala”, celebrou Sousa. O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, destacou a união dos países lusófonos e as contribuições de escritores. “Uma língua que foi cada vez mais apropriada e reconstruída e acarinhada, afagada pelos deuses, os deuses da nossa língua comum são, para além dos nossos povos humildes, aquelas que a melhor a trabalham e divulgam.”

Foram investidos cerca de R$ 85 milhões nas obras de reconstrução com diversos apoiadores privados e do governo do estado de São Paulo e do governo federal, pela Lei de Incentivo à Cultura. As obras começaram em 2017 e foram acompanhadas pelos órgãos federais, estaduais e municipais de proteção do patrimônio histórico e artístico.

“Este é o primeiro museu do mundo dedicado a um idioma e que está de volta depois de um longo período de reforma. (...) Voltou melhor, com mais recursos, mais tecnologia, ampliado e fortalecido com todos os cuidados que foram objeto dessa reconstrução do museu”, declarou o governador de São Paulo, João Doria.
Exposições

Novas instalações entre as exposições de longa duração marcam a reabertura do museu. Elas ficam dispostas no segundo e no terceiro andar do prédio. Entre as novidades, está a “Línguas do mundo”, na qual mastros se espalham pelo hall com áudios em 23 diferentes idiomas. Foram escolhidas línguas, entre as mais de 7 mil existentes, que tenham relação com o Brasil, incluindo expressões originárias, como yorubá, quimbundo, quéchua e guarani-mbyá.

Os sotaques e as expressões do português no Brasil ganham espaço na instalação “Falares”. E os “Nós da Língua Portuguesa” mostram os laços e a diversidade cultural entre os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). O idioma é falado em cinco continentes por 261 milhões de pessoas.

Continuam a ser exibidas, assim como nos quase 10 anos em que o museu esteve ativo, a instalação “Palavras Cruzadas”, que mostra influências históricas no português falado no Brasil e a “Praça da Língua”, que homenageia a língua falada, escrita e cantada com um espetáculo de som e luz. A praça, uma espécie de planetário, traz poemas e músicas interpretados por nomes como Maria Bethânia e Matheus Nachtergaele.

O museu tem curadoria de Isa Grinspum Ferraz e Hugo Barreto e contou com a colaboração de artistas, músicos, linguistas, entre outros profissionais.

Pernambuco recebe mais 318,3 mil doses de vacina contra a Covid-19


Imunizantes da Pfizer/BioNTech e Coronavac/Butantan chegaram neste sábado e serão destinados à aplicação das primeira e segunda doses

Pernambuco recebeu, na manhã deste sábado (31.07), mais 318.330 doses de vacinas contra a Covid-19 para proteger a população. Do total, 174.330 unidades são da Pfizer/BioNTech e 144 mil da Coronavac/Butantan. Os insumos, que chegaram pelo Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, foram encaminhados ao Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) para checagem e distribuição às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) do Estado.

“Com essa nova remessa, superamos a marca de sete milhões de vacinas recebidas em Pernambuco, e seguimos avançando na imunização da população. Já estamos acionando nosso sistema de logística, que tem se mostrado bastante eficiente, para encaminhar essas novas doses na manhã deste domingo (01.08) a todos os municípios. Reforçamos que se chegou a sua vez de tomar a primeira ou a segunda dose, procure os postos de vacinação”, afirmou o governador Paulo Câmara.

A superintendente de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde, Ana Catarina de Melo, informou que as novas doses vão reforçar a vacinação dos pernambucanos por faixa etária. “A Pfizer será destinada exclusivamente para a primeira dose, ampliando a população que iniciará sua proteção contra a Covid-19. Já a Coronavac segue para as duas aplicações, ou seja, para o esquema completo dos usuários”, disse Ana Catarina, alertando sobre a importância de finalizar o esquema vacinal.

Ao longo desta semana, Pernambuco recebeu 824.800 doses de imunizantes contra a Covid-19. Desde o início da campanha, em 18 de janeiro, já são 7.280.600 doses disponibilizadas aos pernambucanos, sendo 3.556.670 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 2.577.360 da Coronavac/Butantan, 978.120 da Pfizer/BioNTech e 168.450 da Janssen.

Covid-19: 40 milhões de pessoas estão totalmente imunizadas no país


Agência Brasil

Até sexta-feira (30), 40 milhões de pessoas receberam as duas doses ou dose única da vacina contra a covid-19 no Brasil. O número corresponde a mais de 25% do público alvo do Programa Nacional de Imunização (PNI), que inclui 160 milhões de pessoas. Se considerada a população total do país, foram vacinados 18,7% dos habitantes.

Até o momento, de acordo com dados do Ministério da Saúde, foram aplicadas 140 milhões de doses de imunizantes, sendo 99,5 milhões da primeira dose. Foram aplicadas 1,673 milhão de doses nas últimas 24 horas.

Quando levado em consideração os números absolutos de doses, o Brasil ocupava nesta sexta-feira a quinta posição entre os países que aplicaram as duas doses, atrás de China (1ª), Estados Unidos (2º), Índia (3ª) e Alemanha (4ª).

No ranking da BBC, que toma a aplicação do total de doses, independentemente se primeira ou segunda, o Brasil estava na quarta posição, atrás de Estados Unidos (1º), China (2ª) e Índia (3ª).

Mais doses

O Instituto Butantan entregou hoje (30) mais 1,2 milhão de doses da vacina CoronaVac ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Com esta nova remessa, o instituto totaliza 62,849 milhões de doses fornecidas ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro deste ano, quando o uso emergencial do imunizante contra a covid-19 foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mutirão de vacinação imuniza pessoas de 37 anos no DF. - Geovana Albuquerque/Agência Saúde

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Boxe brasileiro garante medalha no oitavo dia da Olimpíada 2020


Agência Brasil

Boxe

O boxe brasileiro assegurou nesta sexta-feira (30) uma medalha de bronze na Olimpíada com Abner Teixeira, que avançou às semifinais da categoria até 91 quilos. O paulista, de 24 anos derrotou o jordaniano Hussein Eishaishna por 4 a 1 em decisão dos árbitros, em duelo das quartas na Arena Kokugikan, na capital japonesa. O bronze antecipado ocorre no boxe pois não há disputa de terceiro lugar na modalidade.

O próximo adversário de Abner será o vencedor do ouro olímpico em 2016, o cubano Julio César La Cruz, na próxima terça (3 de agosto), às 6h50 (horário de Brasília).

Futebol

A seleção brasileira de futebol feminino deu adeus à Olimpíada de Tóquio na manhã desta sexta-feira. As brasileiras foram eliminadas pelo Canadá por 4 a 3 nas cobranças de pênaltis, após o tempo regulamentar terminar empatado em 0 a 0. A partida válida pelas quartas de final foi disputada no estádio de Miyagi, na cidade de Rifu.


Bruna Benites lamenta derrota da seleção feminina de futebol do Brasil contra o Canadá - Reuters/Amr Abdallah Dalsh/direitos reservados

Judô

Os dois judocas que representavam o Brasil na categoria pesado perderam nas quartas de final. No início da madrugada de hoje, no Budokan, Maria Suelen Altheman foi superada pela francesa Romane Dicko por ippon. No momento em que sofreu o golpe, a judoca verde e amarela acabou machucando o joelho esquerdo. Ela sofreu uma lesão no ligamento patelar do joelho esquerdo e vai passar por cirurgia no retorno ao Brasil, de acordo com nota oficial do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Na competição masculina, Rafael Silva sofreu três shidos e acabou caindo para o georgiano Guram Tushishvili.

Maria Suelen teve contusão no ligamento patelar do joelho esquerdo e precisará passar por cirurgia no retorno ao Brasil - Wander Roberto/COB/Direitos Reservados

Natação

O brasileiro Bruno Fratus, de 32 anos, disputará logo mais à noite a semifinal dos 50m livre da nataçõ na Olimpíada de Tóquio (Japão). O velocista chegou em primeiro lugar na série oito das eliminatórias ao completar a prova em 21s67, o quarto melhor tempo geral, no Centro Aquático de Tóquio.

Em sua terceira Olimpíada, Fratus é o último representante da natação brasileira com chance de medalhas em Tóquio. A semifinal está programada para começar às 23h11 (horário de Brasília). Os oito melhores disputarão a final neste sábado, às 22h30.

Bruno Fratus se classifica à semifinal nos 50m livre - Jonne Roriz/COB/Direitos reservados

Vôlei

O Brasil derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 1 (parciais de 30/32, 25/23, 25/21 e 25/20), na madrugada desta sexta-feira (30) na Arena Ariake, em jogo da quarta rodada do Grupo B do torneio de vôlei masculino. Com o resultado, o time nacional chegou aos oito pontos após quatro jogos, com três vitórias e uma derrota.

A seleção brasileira pode se garantir nas quartas de final antes mesmo da última rodada da fase de grupos, quando enfrenta a França no sábado (31). Para isso, depende de uma derrota de Argentina ou França ainda nesta quarta rodada.

Brasil bate EUA e se recupera no vôlei masculino - Reuters/Carlos Garcia Rawlins/Direitos Reservados

Vôlei de praia

A dupla brasileira de vôlei de praia Evandro e Bruno Schmidt venceu, de virada, nesta sexta-feira, os poloneses Bryl e Fijalek, com parciais de 19/21, 21/14 e 17/15. O confronto foi realizado no Parque Shiokaze, na capital Tóquio. Com este triunfo, eles asseguraram a classificação para as oitavas de final na Olimpíada.

Os adversários na próxima fase do torneio olímpico serão definidos após os jogos de outras seleções. A fase de grupos encerrará na madrugada deste sábado (31).

A dupla Evandro e Bruno Schmidt venceu os poloneses Bryl e Fijalek e assegurou a classificação para as oitavas de final na Olimpíada. - Wander Roberto/COB/Direitos Reservados

Rugby

A seleção brasileira feminina de rugby de 7 perdeu para as ilhas Fiji por 41 a 5, na noite desta quinta-feira (29) no Estádio de Tóquio, pela 3ª rodada do Grupo B da Olimpíada de Tóquio (Japão). Esta foi a terceira derrota das Yaras (como a equipe nacional é conhecida).

Contra a França o resultado foi um revés de 40 a 5. Depois as brasileiras caíram diante do Canadá por 33 a 0. Na sequência, o time brasileiro jogará o torneio que define quem fica entre o 9º e o 12º lugar.

Brasil teve terceira derrota seguida no Rugby de 7, feminino - Reuters/Edgard Garrido/Direitos Reservados

Handbol

A seleção brasileira masculina de handebol conseguiu uma importante vitória de 25 a 23 sobre a Argentina, em partida válida pelo Grupo A, disputada no Ginásio Nacional Yoyogi, e manteve vivas as possibilidades de classificação para as quartas de final.

No próximo domingo (1), a partir das 7h30 (horário de Brasília), o Brasil enfrenta a Alemanha em jogo no qual define o seu futuro na competição olímpica.

No handbol, Seleção brasileira venceu a Argentina por 25 a 23 - Reuters/Gonzalo Fuentes/Direitos Reservados

Remo

O remador carioca Lucas Verthein foi o 6º colocado na final B do skiff simples na Olimpíada de Tóquio. Nesta quinta-feira (29), o brasileiro fechou a prova com 6min52s09 no Canal Sea Forest e confirmou a melhor participação verde e amarela na história da modalidade em Jogos Olímpicos (com a 12ª melhor posição no geral).

Lucas Verthein protagonizou o melhor desempenho do remo do Brasil em Olimpíadas - REUTERS/Leah Millis/Direitos Reservados

Ciclismo BMX

Renato Rezende terminou na sétima posição do Grupo 2 da semifinal do ciclismo BMX, disputada na noite de ontem, no Parque de Esportes Urbanos de Ariake. Com isto, ele ficou fora da disputa pelas medalhas.

Hipismo

O cavaleiro Marcelo Tosi, montando Genfly, foi o primeiro brasileiro no picadeiro na competição do hipismo Concurso Completo de Equitação (considerado um triatlo equestre reunindo as modalidades de adestramento, cross-country e salto) na Olimpíada de Tóquio (Japão).

Na noite desta quinta-feira (29), no Parque Equestre, o paulista garantiu 31,5 pontos, o equivalente a 68,5% do aproveitamento, no adestramento. Após a primeira sessão, o representante brasileiro está na 10ª posição.

Marcelo Tosi está na décima posição no Concurso Completo de Equitação - Luís Ruas/Hipismo Brasil/Direitos Reservados

Atletismo

No primeiro dia de disputas das provas do atletismo no Estádio Olímpico de Tóquio, Alison dos Santos garantiu vaga nas semifinais dos 400 metros (m) com barreiras, nesta quinta-feira (29), ao terminar a primeira bateria das eliminatórias na segunda posição com o tempo de 48s42 (o 2º melhor tempo no geral). Ele volta a entrar na pista apenas no próximo domingo (1), a partir das 9h05 (horário e Brasília).

Nas eliminatórias da mesma prova, Marcio Teles foi desclassificado após terminar a terceira bateria na 7ª posição. Altobeli Silva também deu adeus às Olimpíadas ao terminar sua eliminatória nos 3.000 m com obstáculos na 9ª posição com o tempo de 8min29s17. Com isso, o atleta, que disputou medalha na Olimpíada de 2016 (Rio de Janeiro), ficou fora da final em Tóquio.

Disputa dos 400 m com barreiras em Tóquio 2020 - Reuters/Phil Noble/Direitos Reservados

Outra prova na qual o Brasil viu seus representantes se despedirem dos Jogos de Tóquio foi o salto em altura. Thiago Moura e Fernando Ferreira pararam quando o sarrafo alcançou os 2,25 m.

Rosângela Santos também não conseguiu avançar na prova dos 100 m feminino. Com o tempo de 11s33, ela ficou na quinta posição na sua bateria das eliminatórias. Vitória Rosa também correria nas eliminatórias da prova, mas acabou desistindo.

Na estreia da prova de revezamento misto 4 X 100 nos Jogos Olímpicos, a equipe brasileira, formada por Anderson Henriques, Tiffani Marinho, Tabata Vitorino e Pedro Burmann, bateu o recorde sul-americano, mas não se classificou para as finais da competição.

Com o tempo de 3min15s89, o Brasil encerrou a participação na 12ª posição, entretanto apenas os oito melhores colocados avançaram.

Brasil bate recorde sul-americano, mas não vai à final no revezamento 4x400m misto. - Wagner Carmo/ CBAt/Direitos reservados

Tênis

Número 1 do mundo Novak Djokovic perdeu de virada para alemão Alexandre Zverev e adiou o Golden Slam - ganhar os títulos dos quatro Grand Slams e o ouro olímpico no mesmo ano. A esperança do sérvio de se tornar o primeiro homem a completar o Golden Slam acabou nesta sexta-feira (30) depois da derrota surpreendente para Zverev nas semifinais de simples nos Jogos de Tóquio.

A derrota por 1/6, 6/3 e 6/1 também encerrou seu sonho de ganhar uma medalha de ouro olímpica, a única grande honraria que falta em sua longa lista de conquistas.

Djokovic no Ariake Tennis Park - eliminado ao perder para Zverev - tênis - REUTERS/Edgar Su/Direitos reservados

Medalhistas comemoram

Ítalo Ferreira estava tão ansioso para retornar ao Brasil como primeiro campeão olímpico do surfe, e encontrar os amigos e a família, que não dormiu durante o voo de 13 horas que partiu do Japão. Agora que voltou para casa, já sabe uma das primeiras coisas que deseja fazer: surfar.

Já a ginasta Rebeca Andrade recebeu um parabéns pra lá de especial, pela medalha de prata que conquistou no individual da ginástica artística.

romena Nadia Comaneci, um dos grandes nomes do esporte, declarou que a brasileira “fez história” nesta quinta-feira.

A ex-ginasta, que tem cinco ouros olímpicos em seu currículo, disse, em postagem em suas redes sociais, que estava muito orgulhosa do “trabalho árduo e dedicação” de Rebeca, sobre a qual afirmou: “Você fez história”.

Adolescente com deficiência entra para grupo prioritário de vacinação


Agência Brasil

O Governo Federal incluiu definitivamente gestantes, puérperas e lactantes, com ou sem comorbidade, no grupo prioritário de imunização contra a covid-19. A alteração na Lei 14.124, que trata do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação foi publicada Diário Oficial da União desta sexta-feira (30).

Pela norma, crianças e os adolescentes com deficiência permanente, com comorbidade ou privados de liberdade também passam a fazer parte do grupo prioritário de vacinação contra covid-19 "conforme se obtenha registro ou autorização de uso emergencial de vacinas no Brasil para pessoas com menos de 18 anos de idade".

A inclusão de gestantes e adolescentes no grupo foi motivada por uma decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinava ao Ministério da Saúde a análise da inclusão dos adolescentes no Plano Nacional de Imunização (PNI). Mendes argumentou que, diante da existência de adolescentes com comorbidades e da adequação da vacina da Pfizer a esse público, não faria sentido limitar a vacinação apenas a maiores de idade.

A vacina contra a covid-19 da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo no Brasil. Em junho, o imunizante da farmacêutica americana contra o novo coronavírus, primeiro a ter registro definitivo no Brasil, obteve o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação em grupos com 12 anos de idade ou mais.

Na última terça-feira (27), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que assim que for concluída a vacinação de maiores de 18 anos, o Brasil iniciará a vacinação de adolescentes com idades entre 12 e 17 anos.

Paulista reduz idade mínima para 32 anos na vacinação contra a Covid-19


O agendamento já está liberado no site e aplicativo. O novo público começa a ser imunizado neste sábado (31), em 15 polos

A Prefeitura da Cidade do Paulista vai reduzir a idade na vacinação contra a Covid-19 para 32 anos neste sábado (31). Trabalhando para avançar no Programa de Imunização, o governo municipal, por meio da Secretaria de Saúde, reduziu a faixa etária da vacinação e o agendamento já está liberado para que o novo público comece a receber o imunizante a partir deste sábado (31).

Assim como vem ocorrendo em todos os sábados, a estratégia é ampliada para que seja ofertado um número maior de polos, otimizando o andamento da imunização. Serão disponibilizados 15 polos para o dia. Todos os locais funcionarão das 9h00 às 17h00.

Para receber o imunizante, é necessário fazer o agendamento no site (www.agendamentovacinapaulista.com.br) ou no aplicativo Cidadão Digital, disponível para download em dispositivos Android na página inicial do endereço. No dia e hora marcados, é preciso apresentar documento com foto e comprovante de residência.

Além do público geral a partir de 32 anos, podem ser vacinados os seguintes grupos: pessoas com comorbidades (a partir dos 18 anos); gestantes (a partir dos 18 anos); puérperas com até 45 dias (a partir dos 18 anos); caminhoneiros; profissionais da saúde; profissionais da educação; profissionais de educação física; trabalhadores industriais; trabalhadores da limpeza urbana e resíduos sólidos; aquaviários; forças armadas; forças de salvamento; seguranças; trabalhadores dos correios e bancários.

Quem estiver no grupo de comorbidades deve levar o laudo médico e o registro do CID no dia e hora marcados. Os profissionais que serão vacinados em razão da atividade profissional que exercem deverão comprovar vínculo empregatício. Além disso, precisam atuar no município do Paulista.

Saiba quais são os pontos de vacinação disponíveis exclusivamente neste sábado (31), das 9h00 às 17h00:

01) Sesi de Paratibe - Rua São Pedro, Paratibe

02) Drive-thru - Parque Aurora, Centro do Paulista

03) Clube Municipal do Nobre - Rua do Nobre, s/n

04) Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima, 83 - Paratibe

05) Paulista North Way Shopping, Centro de Paulista

06) Paróquia Nossa Senhora do Ó - Avenida Doutor Cláudio José Gueiros Leite, 7113, Nossa Senhora do Ó

07) Faculdade de Saúde de Paulista, Av. Dr. Cláudio José Gueiros Leite, 3580, no Janga

08) Colégio Anita Gonçalves - Rua Cristóvão Colombo, n° 131 - Vila Torres Galvão

09) Escola Aquarela - Rua Cachoeirinha, 56 - Pau Amarelo

10) Escola Manoel Gonçalves - Rua 126, Maranguape I

11) Atacadão, no centro de Paulista

12) Shopping Norte - Janga

13) Drive Thru PE -22 - Antigo Núcleo BPRV, próximo ao trevo que dá acesso a Maria Farinha

14) Escola Hanzs Hering - Rua Cento e Quarenta e Nove, 44 - Jardim Paulista Baixo

15) Sensai - Rua Surubim - Arthur Lundgren II

Confira os pontos que funcionam de terça a quinta-feira, exclusivamente para a segunda dose:

Atacadão - Centro de Paulista - 9h00 às 20h00 (na segunda-feira, na sexta-feira e no sábado, esse local funciona das 9h00 às 16h00)

Shopping Norte Janga - Janga - 17h00 às 20h00

Confira os pontos de vacinação disponíveis de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 16h00:

- Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima, 83 - Paratibe

- Drive Thru - Parque Aurora, Centro do Paulista

- Paulista North Way Shopping, Centro de Paulista

- Clube Municipal do Nobre - Rua do Nobre, s/n

- Faculdade de Saúde de Paulista (Fasup), Av. Dr. Cláudio José Gueiros Leite, 3580, no Janga

- Drive Thru PE -22 - Antigo Núcleo BPRV, próximo ao trevo que dá acesso a Maria Farinha

- Paróquia Nossa Senhora do Ó - Avenida Doutor Cláudio José Gueiros Leite, 7113, Nossa Senhora do Ó




- Escola Hanzs Hering - Rua Cento e Quarenta e Nove, 44 - Jardim Paulista Baixo




- Atacadão - Centro de Paulista